sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Mariza - Álbum Terra entre os 10 melhores da World Music

Mariza - Beijo de Saudade

MARIZA E AS IRANIANAS



Foi capa do "El País" e é o rosto do grupo de artistas que se uniu para editar um disco contra a proibição das iranianas cantarem em público. Uma crueldade que nunca é de mais denunciar, mas que parece insignificante se comparada com a monstruosidade que são as constantes condenações à morte por apedrejamento.
O MUNDO NÃO PODE FINGIR QUE NADA ACONTECE NO IRÃO. ATENTADOS À LIBERDADE DOS CIDADÃOS SÃO CRIMES QUE NÃO PODEMOS ACEITAR. RELIGIÃO QUE DÁ COBERTURA AO ASSASSÍNIO NÃO É PALAVRA DE DEUS MAS DO DEMÓNIO.

A JUSTIÇA DE SÓCRATES


O QUE O GOVERNO PS SE PREPARA PARA FAZER É AUMENTAR, MAIS UMA VEZ, OS IMPOSTOS AOS PORTUGUESES...NÃO SEM ANTES DERRAMAR A HABITUAL LÁGRIMA DEMAGÓGICA SOBRE OS POBRES, ENQUANTO DÁ MAIS UMA CACETADA NA CLASSE MÉDIA JÁ ESPREMIDA ATÉ AO TUTANO E CADA VEZ MAIS PROLETARIZADA. UM GOVERNO QUE INVESTIGA OS BENEFICIÁRIOS DOS APOIOS SOCIAIS E COBRA 6,5% DE IMPOSTOS À BANCA NÃO TEM MORAL PARA HOMILIAS.
(excertos de um texto de Áurea Sampaio - Visão de 26 de Agosto de 2020)

BOAS NOTÍCIAS


REGRAS PARA GESTORES PÚBLICOS.
O Governo português vai avançar com nova legislação para sancionar os gestores públicos que não cumpram os princípios do bom governo das sociedades. No limite, a sanção pode chegar à demissão.
Já não era sem tempo mas sabe a pouco. Não raro, temos conhecimento pela imprensa de que determinados gestores públicos "assaltam" as empresas em proveito próprio. Em caso de roubo comprovado, estes "boys" deveriam ser julgados como cidadãos comuns e a prisão o seu destino.

A PARCIALIDADE DA IMPRENSA


"O problema é que as agências de notícias movem-se, muitas vezes, por interesses comerciais."
" Porque é que um derramamento de petróleo no Golfo do México, nos EUA, tem que algemar as notícias ao longo dos últimos meses, enquanto um derramamento de petróleo no Delta do Níger, na Nigéria, é ignorado? O primeiro durou 4 meses e afectou algumas centenas de pessoas, o segundo dura silenciosamente há 50 anos e afecta milhões."
"Eu não descuro a complexidade do conflito no Médio Oriente. Mas é interessante reparar que esse conflito causa menos vítimas anuais do que os acidentes de viação em Portugal. A narrativa do conflito, alimentada pelas agências de notícias, torna irracional a nossa percepção da realidade."
(Excertos de um texto de Rodrigo Tavares publicado na revista Visão em 19 de Agosto de 2010)

OS MUKUBAIS DE ANGOLA


EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA


Os Mukubais são um dos povos de Angola que ali chegaram entre os séculos XII e XV.
Pertencem ao grande gupo Herero que se estende pela Namíbia e Botsuana. Povo solidário, de pastores nómadas, ocupa, em Angola, o Namibe e o Cunene. Dependem do gado para sobreviver, mas não são meros apascentadores ou comerciantes de rezes. Mais do que meio de sustento, o gado é a sua referência cultural.
Não deixe, por isso, de visitar a exposição que decorre em simultâneo em Luanda (Museu Nacional de História Natural) e em Lisboa (Perve Galeria, Alfama, Rua das Escolas Gerais, 17-23, até 18 de Setembro) e fique a conhecer um pouco mais sobre este povo fascinante.
Um trabalho FASCINANTE de Sérgio Guerra, um brasileiro radicado em Angola há 12 anos.

A CRIANÇA QUE CALOU O MUNDO

video

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O BOM HUMOR DO MINISTRO DA DEFESA NACIONAL


AUGUSTO SANTOS SILVA EM DECLARAÇÕES AO JORNAL "i", ANUNCIOU AO MUNDO QUE A SECRETA PORTUGUESA VAI CRIAR CÉLULAS DE INFORMAÇÕES NO LÍBANO E NO AFEGANISTÃO. PARA TORNAR TUDO MAIS CLARO SÓ FALTA, DEPOIS, A REPORTAGEM, NAS TELEVISÕES, DOS AGENTES SECRETOS A EMBARCAR NO AEROPORTO DE FIGO MADURO COM AS "VIÚVAS"E OS "ÓRFÃOS" A DESPEDIREM-SE.
OU É VONTADE DE PROTAGONISMO OU SABOTAGEM.
NEM O DIABO SE LEMBRARIA DE UMA DESTAS!
COM AMIGOS DESTES SÓCRATES NÃO PRECISA DE INIMIGOS POLÍTICOS ...

I Can't Help Falling In Love With You - Elvis Presley TRADUÇÃO

That Sunday, That Summer - Nat King Cole

What a Wonderful World - Louis Armstrong

GEORGE DAVID WEISS


George David Weiss, faleceu na segunda-feira, 23, com 89 anos.
Autor de canções imortais como What a Wonderful World, gravada no vinil e em todos os ventos do mundo pela rouquidão melodiosa de Louis Armstrong, Can`t Help Falling in Love with You, transportada para a fama pela voz colocada de Elvis Presley, Mr.Wonderful, interpretada nos palcos da Broadway por Sammy Davis Jr., ou That Summer, ainda hoje trazida até nós pelo sussurro melodioso de Nat King Kole, Weiss apagou-se na sua casa de New Jersey, onde viveu uma velhice tranquila.

NELSON MANDELA

DEMOCRACIA COM FOME, SEM DEUCAÇÃO, SEM SAÚDE PARA A MAIORIA É UMA CONCHA VAZIA.

ASSASSINOS À SOLTA NA A25 E NA IP4


Apesar das campanhas de sensibilização, a mortandade continua nas estradas portuguesas. Os custos em vidas ultrapassam os dos conflitos do Afeganistão e Iraque. Para um país de Orçamentos estrangulados, sem recursos, o peso desta "guerra" insana torna-o, dia a dia, mais pobre.
Depois de anos de investimentos em vias de comunicação de luxo, não podemos acusar as estradas portuguesas de responsáveis pela mortandade. De quem é, então, a culpa? Dos condutores portugueses! Unica e exclusivamente de alguns imbecis que medem a sua importância na razão directa da velocidade a que conduzem. Como qualquer pobre de espírito, julgando-se herói de guerra, não hesita em arriscar a vida dos filhos e restantes ocupantes, para mostrar que é melhor condutor que os demais. Inconsciente, pendura o rosário no espelho retrovisor, cola uma imagem da Santa de Fátima no tablier do carro e lá vai ele em direcção ao suicídio e ao assassínio em massa, qual bombista da al Qaeda. Qual verdadeiro terrorista. A sua arrogância acaba num caixão. E, sinceramente, não o lamento, choro apenas pelos filhos e por todos os inocentes, os "tótós", que circulam segundo a regras do bom senso.
Mas bom senso é o que falta aos assassinos! Apesar da chuva e nevoeiro, quem anda na estrada percebe viaturas circulando em excesso de velocidade, alheias às condições do piso e de visibilidade.
É tempo de os legisladores deste país fazerem leis muito mais rigorosas e exigentes, punindo exemplarmente quem se comporta sem civismo, sem respeito pelos demais, sem respeito pelo país. Como assassinos que são.
É tempo de os legisladores legislarem no sentido do estrangulamento dos motores dos veículos, impedindo-os, tecnicamente, de circular acima dos limites legais de velocidade.
Todos ganhávamos com issso. Poupavam-se vidas humanas, combustível, custos com hospitais, médicos, bombeiros, helicópteros, bens destruídos e polícia. Os contribuintes agradeciam.
E a liberdade doss cidadãos, protestarão alguns. A liberdade de quem, de uns quantos? Já provámos que não vamos lá com boas palavras.
Medida drástica? Chicote? Que seja! Enquantos os condutores portugueses não aprenderem a não matar. Caso contrário andamos a enganar-mo-nos uns aos outros.
AOC

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

BRASIL E A ARTE

Duas portuguesas na arte do Brasil
http://negociatas.vivyanefernando.info/

UMA NOVA ESTRELA DE NEUTRÕES


CIENTISTAS CIDADÃOS

Um casal norte-americano da pacata cidade de Ames, Iowa, e um alemão que trabalha na universidade de Mainz acabam de descobrir uma nova estrela de neutrões...Nenhum deles é sequer cientista...O que os três têm em comum é terem computadores à sua disposição e terem aderido a um programa de computação partilhada em que se inscreveram 250 mil voluntários de 192 países.

Esse programa, Einstein@home, é organizado pela Universidade de Wisconsin, em Milwaukee, e pelo Instituto Max Plank, em Hanôver.
...Os dados enviados aos voluntários são sinais de ondas hertzianas provenientes de várias áreas do céu. Para descobrir um pulsar, que é uma estrela de neutrões que roda sobre si própria lançando para o espaço feixes de ondas, é preciso analisar os sinais rádio recolhidos ao longo dos dias e verificar se, em alguns pontos do céu, há sinais que se repetem com regularidade.
...Chegar a esta descoberta parece simples: basta analisar os sinais vindos daquele ponto determinado do espaço. O que acontece é que há tantos dados e provenientes de tantos pontos do espaço que é necessário um poder de computação gigantesco para os analisar. Daí o interesse da computação partilhada, com muitos milhares de voluntários do mundo inteiro.
...Hoje, se o leitor quiser também descobrir um pulsar ou colocar o seu computador ao serviço da ciência, basta-lhe ir ao sítio boinc.berkeley.edu e descarregar o programa apropriado. Pode contribuir para cálculos sobre o clima, tentar descobrir sinais inteligentes extraterrestres, e pode encontrar uma estrela de neutrões.
(Excerto de um texto de Nuno Crato publicado no jornal Expresso de 21 de Agosto de 2010)

ANGOLA - SITA VALLES


PARA QUEM SE INTERESSA PELA HISTÓRIA RECENTE DE ANGOLA.
NÃO DEIXE DE LER O LIVRO PUBLICADO PELA "ALÊTHEIA", DA AUTORIA DA JORNALISTA LEONOR FIGUEIREDO, "SITA VALLES - REVOLUCIONÁRIA, COMUNISTA ATÉ À MORTE".

Piano Roll ♫

LUTHER KING


"O QUE NOS PREOCUPA NÃO É O GRITO DOS VIOLENTOS, NEM DOS
CORRUPTOS, NEM DOS DESONESTOS, NEM DOS SEM-CARÁCTER,

NEM DOS SEM-ÉTICA.

O QUE MAIS NOS PREOCUPA É O SILÊNCIO DOS BONS."

HOLANDA - CIDADE LEYDEN


O facto histórico passa-se na cidade de Leyden, durante a ocupação espanhola, reinado de Filipe II de Espanha, Filipe I de Portugal, século XVI, após a vitória dos cidadãos defensores da cidade sobre o exército invasor.

"...A Leyden chega o estatúter Willem de Zwijger. Acompanha-o Marnix van Sint-Aldegonde. Reunião nos paços do burgomestre.
- A pátria nascente está-vos grata pelo extremo sacrifício. Mereceis justa recompensa. Escolhei: abolição de impostos ou a criação de uma universidade...
Reunem-se as gentes em consulta. O estatúter espera decisão do povo. O burgomestre aparece com a delegação das gentes. Estão aqui o talhante Albert, o padeiro Théo, o pedreiro Piet, Franz o ferreiro, entre outros.
- Dizei-me, Herr Adriaenszoon. Qual a escolha do povo?
- Príncipe. O povo considera que não é justo ter o privilégio da isenção de tributos, quando outras cidades da nossa federação foram igualmente martirizadas pelo espanhol.
- E decide...
- O povo escolhe - acode Franz, os olhos brilhantes, a maçã-de-adão a dar a dar... - escolhe a universidade...para os nossos filhos..."

(in O LAGO AZUL, romance histórico de Fernando Campos, editado pela Difel)

Dúvida: Que escolheríamos nós, portugueses, em situação semelhante? Será para sempre um mistério, mas aceitam-se opiniões.

A SAÚDE MENTAL DOS PORTUGUESES



Transcrição do artigo do médico psiquiatra Pedro Afonso, publicado no Público, 2010-06-21

Alguns dedicam-se obsessivamente aos números e às estatísticas esquecendo que a sociedade é feita de pessoas.

Recentemente, ficámos a saber, através do primeiro estudo epidemiológico nacional de Saúde Mental, que Portugal é o país da Europa com a maior prevalência de doenças mentais na população. No último ano, um em cada cinco portugueses sofreu de uma doença psiquiátrica (23%) e quase metade (43%) já teve uma destas perturbações durante a vida.

Interessa-me a saúde mental dos portugueses porque assisto com impotência a uma sociedade perturbada e doente em que violência, urdida nos jogos e na televisão, faz parte da ração diária das crianças e adolescentes. Neste redil de insanidade, vejo jovens infantilizados incapazes de construírem um projecto de vida, escravos dos seus insaciáveis desejos e adulados por pais que satisfazem todos os seus caprichos, expiando uma culpa muitas vezes imaginária. Na escola, estes jovens adquiriram um estatuto de semideus, pois todos terão de fazer um esforço sobrenatural para lhes imprimirem a vontade de adquirir conhecimentos, ainda que estes não o desejem. É natural que assim seja, dado que a actual sociedade os inebria de direitos, criando-lhes a ilusão absurda de que podem ser mestres de si próprios.

Interessa-me a saúde mental dos portugueses porque, nos últimos quinze anos, o divórcio quintuplicou, alcançando 60 divórcios por cada 100 casamentos (dados de 2008). As crises conjugais são também um reflexo das crises sociais. Se não houver vínculos estáveis entre seres humanos não existe uma sociedade forte, capaz de criar empresas sólidas e fomentar a prosperidade. Enquanto o legislador se entretém maquinalmente a produzir leis que entronizam o divórcio sem culpa, deparo-me com mulheres compungidas, reféns do estado de alma dos ex-cônjuges para lhes garantirem o pagamento da miserável pensão de alimentos.

Interessa-me a saúde mental dos portugueses porque se torna cada vez mais difícil, para quem tem filhos, conciliar o trabalho e a família. Nas empresas, os directores insanos consideram que a presença prolongada no trabalho é sinónimo de maior compromisso e produtividade. Portanto é fácil perceber que, para quem perde cerca de três horas nas deslocações diárias entre o trabalho, a escola e a casa, seja difícil ter tempo para os filhos. Recordo o rosto de uma mãe marejado de lágrimas e com o coração dilacerado por andar tão cansada que quase se tornou impossível brincar com o seu filho de três anos.

Interessa-me a saúde mental dos portugueses porque a taxa de desemprego em Portugal afecta mais de meio milhão de cidadãos. Tenho presenciado muitos casos de homens e mulheres que, humilhados pela falta de trabalho, se sentem rendidos e impotentes perante a maldição da pobreza. Observo as suas mãos, calejadas pelo trabalho manual, tornadas inúteis, segurando um papel encardido da Segurança Social.

Interessa-me a saúde mental dos portugueses porque é difícil aceitar que alguém sobreviva dignamente com pouco mais de 600 euros por mês, enquanto outros, sem mérito e trabalho, se dedicam impunemente à actividade da pilhagem do erário público. Fito com assombro e complacência os olhos de revolta daqueles que estão cansados de escutar repetidamente que é necessário fazer mais sacrifícios quando já há muito foram dizimados pela praga da miséria.

Finalmente, interessa-me a saúde mental de alguns portugueses com responsabilidades governativas porque se dedicam obsessivamente aos números e às estatísticas esquecendo que a sociedade é feita de pessoas. Entretanto, com a sua displicência e inépcia, construíram um mecanismo oleado que vai inexoravelmente triturando as mentes sãs de um povo, criando condições sociais que favorecem uma decadência neuronal colectiva, multiplicando, deste modo, as doenças mentais.

E hesito em prescrever antidepressivos e ansiolíticos a quem tem o estômago vazio e a cabeça cheia de promessas de uma justiça que se há-de concretizar; e luto contra o demónio do desespero, mas sinto uma inquietação culposa diante destes rostos que me visitam diariamente.

Pedro Afonso
Médico psiquiatra

terça-feira, 24 de agosto de 2010

DESCARTES


"O BOM SENSO É A COISA MAIS BEM DISTRIBUÍDA NO MUNDO, PORQUE CADA UM PENSA QUE O TEM".

Fausto. Rosalinda. Portugaliza

QUAL A DIFERENÇA ENTRE KADHAFI E TONY BLAIR?


DE NOVO O PETRÓLEO da BP

ou COMO AS DEMOCRACIAS DOS DEMOCRATAS NEGOCEIAM COM AS DITADURAS DOS DITADORES.

Abdelbasset al-Megrahi, condenado pelo atentado de Lockerbie a 27 anos de prisão, mas libertado há um ano por alegadas razões humanitárias (cancro terminal da próstata), continua vivo. A libertação foi logo contestada pelos familiares das 270 vítimas do atentado contra o voo da Pan Am em 21 de dezembro de 1988, destruído por uma bomba colocada por al-Megrahi e outro líbio. A polémica reacendeu-se agora por terem surgido rumores de que a sua libertação teria resultado de negociações económicas entre Londres e Tripoli, em 2007, que envolveram o então primeiro-ministro Tony Blair, o líder líbio Muammar Kadhafi e responsáveis da BP. Nessa ocasião, a petrolífera britânica assinou um contrato de 540 milhões de libras para explorar crude líbio.

A residir em Tripoli, al-Megrahi recomeçou recentemente a quimioterapia com uma nova droga, que, segundo os médicos pode aumentar a esperança de sobrevivência em, pelo menos, 18 meses. Em 2009, o líbio foi libertado em virtude de um relatório médico, do oncologista britânico de renome, Karol Sikora, que lhe dava apenas "três meses de vida".

(texto do Expresso de 21 de Agosto de 2010)

Nota: É por estas e por outras que a classe política, cada vez mais, se descredibiliza aos olhos dos cidadãos. Passar por cima da memória dos seus cidadãos, por cima da dor dos seus familiares, a troco de uns tantos barris de petróleo. Com a conivência da BP e dos médicos. Também na alemanha nazi, o cinismo da indústria e dos médicos alemães ajudou Hitler a assassinar os seus cidadãos. A ética está à venda em nome do pragmatismo.

A BP E A MARÉ NEGRA DO GOLFO


Afinal nem todo o petróleo desapareceu. Cientistas encontraram-no no fundo do mar, formando uma mancha com 30 quilómetros.

Os três quartos do petróleo vertido no Golfo do México durante os 100 dias do derrame da BP, que se julgavam dispersos na natureza, afinal estão lá. Só não tinham sido detectados por terem formado uma mancha em forma de pluma a 1300 metros de profundidade, a qual se estende ao longo de uma superfície de 30 por 2 quilómetros.

O alerta é dado por cientistas da universidade norte-americana de Woods Hole publicado na revsta "Science". Esta mancha submersa, em cujo interior se verifica uma fraca concentração de gotas de petróleo, pode ter impactos importantes sobre a vida marinha. Para já, os cientistas apenas confirmam que, na zona em causa, a actividade bacteriana diminuiu muito.

(texto do jornal Expresso de 21 de Agosto de 2010)

Nota: Quando todos respirávamos de alívio, confiados na tecnologia da ciência, eis que, de novo, nos alarmam as más notícias. É verdade que a humanidade necessita, cada vez mais, de energia, mas esta não pode ser obtida a qualquer preço. Um dia destes temos energia e já não temos lugares limpos e saudáveis para viver. É urgente procurar formas alternativas aos combustíveis fósseis, conciliar interesses económicos com o bem-estar das populações. Caso contrário, estarão a cometer-se crimes em nome de um desenvolvimento económico que sabemos já onde nos conduzirá. O progresso não pode ser suicida por muito que nos acusem de alarmistas ou o homem acabará como a ave em pânico da imagem acima.

Cancao do Mar

BOAS NOTÍCIAS


PORTUGUESES SÃO DOS QUE ESPERAM MENOS
Os portugueses ficam entre seis a sete minutos nas filas de espera para atendimento de serviços. A estimativa está entre as melhores num conjunto de 24 países, com uma espera média de dez minutos. O estudo, da Mystery Shopping Provides Association, analisou 11 sectores económicos.
Nota: Para um povo que não pára de dizer que Portugal é o pior país do mundo, esta é uma notícia que contraria o seu pessimismo.
..........................................................................................................................................
PAZ NO MÉDIO ORIENTE NO DIA 2
Estados Unidos, União Europeia, Rússia, e ONU vão convidar israelitas e palestinianos a sentar-se à mesa a 2 de Setembro em Washington. As conversações, que visam preparar a transformação do teritório governado pela Autoridade Palestiniana em estado soberano até junho de 2011, deverão contar com a presença de Barack Obama.
Nota: Esperamos que nada nem ninguém, desta vez, impeça, para bem da Paz na região, o êxito desta iniciativa. A Paz no mundo depende da solução deste conflito. Muitos dos argumentos daqueles que pregam a Guerra Santa cairão por terra!
....................................................................................................................................
POLÍTICOS PORTUGUESES SEM MEDO
Os três eurodeputados do Bloco de Esquerda - Miguel Portas, Marisa Matias e Rui Tavares - escreveram ao embaixador do Irão, em Lisboa, a pedir a comutação da pena de Sakineh Mohammadi Ashtiani, a mulher iraniana condenada à morte por apedrejamento por ter cometido adultério.
Nota: Muitas vezes, os políticos, por sectarismo, interesses económicos, ou cobardia, inibem-se de acusar regimes onde a lei castiga com violência medieval os seus cidadãos. É tempo de regimes políticos que não respeitam o mais elementar dos direitos humanos, o da liberdade, serem banidos da convivência com os Estados Modernos. Mas todos, tenham ou não petróleo, sejam ou não aliados dos interesses materiais do Ocidente. Neste caso, o adultério não pode, nunca, ser razão para se condenar um cidadão à morte. A humanidade está farta das noites negras da civilização, de deuses que servem a bestialidade do poder.

MUDAR DE HÁBITOS


QUE MARAVILHA DE VÍDEO!!

Vale a pena ver....meditar....mudar de hábitos ! Mais não digo......

http://www.thevisualmd.com/health_centers/cardiovascular_health/cardiovascular_continuum