quarta-feira, 18 de maio de 2011

"A Portuguesa": Portugal's anthem (pt + english)

Portugal Em Fotos...by Os-Fudidos.skyrock.com

O PEDIDO DE EMPRÉSTIMO BANCÁRIO DE BARACK HUSSEIN OBAMA II



PEDIDO DE EMPRÉSTIMO BANCÁRIO


Um advogado de nome Barack Hussein Obama II, na época, 1995, líder comunitário, membro fundador da mesa diretora da organização sem fins lucrativos Public Allies, membro da mesa diretora da fundação filantrópica Woods Fund of Chicago, advogado na defesa de direitos
civis e professor de direito constitucional na escola de direito da Universidade de Chicago, Estado de Illinois (e atual presidente dos Estados Unidos da América) numa certa ocasião pediu um empréstimo em nome de um cliente que perdera sua casa num furacão e queria
reconstruí-la.
Foi-lhe comunicado que o empréstimo seria concedido logo que ele pudesse apresentar o título de propriedade original da parcela da propriedade que estava a ser oferecida como garantia.
O advogado Obama levou três meses para seguir a pista do título de propriedade datado de 1803.


Depois de enviar as informações para o Banco, recebeu a seguinte resposta:
"Após a análise do seu pedido de empréstimo, notamos que foi apresentada uma certidão do registro predial. Cumpre-nos elogiar a forma minuciosa do pedido, mas é preciso salientar que o senhor tem apenas o título de propriedade desde 1803.
Para que a solicitação seja aprovada, será necessário apresentá-lo com o registro anterior a essa data."



Irritado, o advogado Obama respondeu da seguinte forma:



"Recebemos a vossa carta respeitante ao processo nº.189156.
Verificamos que os senhores desejam que seja apresentado o título de propriedade para além dos 194 anos abrangidos pelo presente registro.
De fato, desconhecíamos que qualquer pessoa que fez a escolaridade neste país, particularmente aqueles que trabalham na área da propriedade, não soubesse que a Luisiana foi comprada, pelos EUA à França, em 1803.
Para esclarecimento dos desinformados burocratas desse Banco, informamos que o título da terra da Luisiana, antes dos EUA terem a sua propriedade, foi obtido a partir da França, que a tinha adquirido por direito de conquista da Espanha.
A terra entrou na posse da Espanha por direito de descoberta feita no ano 1492 por um navegador e explorador dos mares chamado Cristóvão Colombo, casado com dona Filipa, filha de um navegador de nome Perestrelo.
Este Colombo era pessoa respeitada por reis e papas e até ouso aconselhar-vos a ler sua biografia para avaliar a seriedade de seus feitos e intenções. Esse homem parece ter nascido em 1451 em Gênova, uma cidade que naquela época era governada por mercadores e banqueiros, conquistada por Napoleão Bonaparte em 1797 e atualmente parte da Região da Ligúria, República Italiana.
À ele, Colombo, havia sido concedido o privilégio de procurar uma nova rota para a Índia pela rainha Isabel de Espanha.
A boa rainha Isabel, sendo uma mulher piedosa e quase tão cautelosa com os títulos de propriedade como o vosso Banco, tomou a precaução de garantir a bênção do Papa, ao mesmo tempo em que vendia as suas jóias para financiar a expedição de Colombo.
Presentemente, o Papa – isso, temos a certeza de que os senhores sabem - é o emissário de Jesus Cristo, o Filho de Deus, e Deus - é comumente aceito - criou este mundo a partir do nada com as palavras Divinas: Fiat lux que significa "Faça-se a luz", em língua latina.
Portanto, creio que é seguro presumir que Deus também foi possuidor da região chamada Luisiana por que antes, nada havia.
Deus, portanto, seria o primitivo proprietário e as suas origens remontam a antes do início dos tempos, tanto quanto sabemos e o Banco também.
Esperamos que, para vossa inteira satisfação, os senhores consigam encontrar o pedido de crédito original feito por Deus.
Senhores, se perdurar algumas dúvidas quanto a origem e feitos do descobridor destas terras, posso adiantar-lhes que desta dúvida, certeza mesmo, só Deus a terá por que Inúmeros historiadores e investigadores, concluíram baseados em documentos que, Cristóvão
Colombo, nasceu em Cuba (Portugal) e, não em Gênova (Itália), como está oficializado:
Segundo eles,


Em primeiro lugar, Christovam Colon, foi o nome que Salvador Gonçalves Zarco, escolheu para persuadir os Reis Católicos de Espanha, a financiar-lhe a viagem à Rota das Índias, pelo Ocidente, escondendo assim a sua verdadeira identidade.


Segundo, este pseudônimo não aparece por acaso, porque Cristóvão está associado a São Cristóvão, que é o protetor dos Viajantes (existe inclusive uma ilha batizada de São Cristóvão).
Cristóvão, que também deriva de Cristo, que propaga a fé, por onde anda, acresce que Cristo, está associado a Salvador (1º nome verdadeiro do ilustre navegador).
Colon, porque é a abreviatura de colono e derivado do símbolo das suas assinaturas"." ( Duas aspas, com dois pontos no meio).


Terceiro, Salvador Gonçalves Zarco, está devidamente comprovado,nasceu em Cuba ( Portugal) e, é filho ilegítimo do Duque de Beja e de Isabel Gonçalves Zarco.


Quarto, era prática usual na época, os navegadores darem às primeiras terras descobertas, nomes religiosos, no caso dele, foi São Salvador (Bahamas), por coincidência ou talvez não, deriva do seu primeiro nome verdadeiro, a segunda batizou de Cuba (Terra Natal) e,
seguidamente Hispaniola (Haiti e República Dominicana), porque estava ao serviço da Coroa Espanhola.


Quinto, a "paixão" pelos mares, estava no sangue da família Zarco, nomeadamente em, João Gonçalves Zarco, descobridor de Porto Santo (1418), com Tristão Vaz Teixeira e da Ilha da Madeira (1419), com o sogro de "Christovam Colon", Bartolomeu Perestrelo.


Por fim, em sexto, existem ilhas nas Caraíbas, com referência a Cuba (além da mencionada Cuba; São Vicente, na época existia a Capela de São Vicente, da então aldeia de Cuba).
Posteriormente (Sec-XVI), foi edificada a atual Igreja Matriz de São Vicente.
São coincidências (pseudônimo, nome das ilhas, família nobre e ligada ao mar, habitou e casou em Porto Santo, ilha que fica na Rota das Índias pelo Ocidente), mais do que suficientes, para estarmos em presença de Salvador Gonçalves Zarco e, conseqüentemente do português Christovam Colon.
Christovam Colon, morreu em Valladolid (Espanha) em 1506, tendo os seus ossos sido transladados, para Sevilha em 1509, contudo em 1544, foram para a Catedral de São Domingos, na época colônia espanhola, satisfazendo a pretensão testamental do prestigiado navegador.
A odisséia das ossadas não ficaria por aqui, porque em 1795, os espanhóis tiveram de deixar São Domingos, tendo os ossos sido transferidos para Cuba (Havana), para em 1898, depois da
independência daquela ilha, sido depositados na Catedral de Sevilha.
Coincidência ou não, em 1877, os dominicanos, ao reconstruírem a Catedral de São Domingos, encontraram um pequeno túmulo, com ossos e intitulado “Almirante Christovam Colon".
Existem na Ilha da Madeira e nos Açores, pessoas da famílias Zarco, descendentes diretos de João Gonçalves Zarco e, conseqüentemente da mãe (Isabel Gonçalves Zarco) de Christovam Colon, disponíveis para darem uma amostra do seu cabelo aos cientistas, para analisar o
seu DNA e, para comparar os seus resultados nas ossadas do navegador, se, efetivamente forem as pretensões deste Banco para certificar-se da origem do navegador.
Quanto a Deus, ainda não tenho sua biografia, somente sei que caso a conseguisse, até o maior e mais potente computador do planeta não seria suficiente para comportar um resumo do resumo da mesma, por isso sugiro-vos educadamente e após muito pensar, que, por serem
banqueiros e, portanto poderosos, tentem por vossos meios.
Agora, que está tudo esclarecido, será que podemos ter o nosso empréstimo? "


Barack Hussein Obama II



Advogado



*O empréstimo, claro, foi concedido.*

CIGO (one) MAN BAND - 01 - Cile ulični glasbenik, Ljubljana maj 2010




PASSOS COELHO E PORTAS AINDA NOS OBRIGAM A TRABALHAR COM A POLIVALÊNCIA DESTE ARTISTA.

CONVITE DE EDUARDO CATROGA

TEMOS A HONRA DE CONVIDAR V.EXª PARA O COLÓQUIO


"OS PINTELHOS NA CRISE ECONÓMICA".


SERÁ ORADOR O DR. EDUARDO CATROGA


A CONCLUSÃO ESTARÁ A CARGO DE DEMI MOORE, EXECUTIVA DO FMI

HUMOR EM TEMPO DE CRISE



Estás a rir-te?
Ainda bem, pois era essa a idéia!

Tem um óptimo dia !
...E lembra-te de agradecer sempre tudo... O bom e o mau!...

Obs: - Os gatos são sempre DRAMÁTICOS!!!

A MOBILIDADE SEGUNDO EDUARDO CATROGA




Eduardo Catroga defende a mobilidade total. Um professor de Setúbal pode ser convidado a trabalhar nas Finanças no Porto.

Como o compreendo. Um homem habituado à mobilidade como ele, quer a solidariedade dos outros.

Vejamos: Eduardo Catroga tão depressa é presidente do Grupo Sapec (uma empresa que tem como maior accionista o grupo Luso Hispanic Investement, patrioticamente sediado no Luxemburgo); como vai a correr para vogal do Conselho de Administração da Nutrinveste (Compal, Frize, Nicola, Fula, Clarim, etc etc); acelera como membro do Conselho Geral e de Supervisão da EDP (percebem agora de onde veio a peregrina ideia de privatizar a Rede Eléctrica Nacional?) e ainda derrapa mas não cai na qualidade de membro não-executivo do Conselho de Administração do Banco Finantia (nunca ouviram falar? e na Sofinloc, sua subsidiária, especialista no crédito para que o povo tenha um carro novo? e na Sofinloc IFIC, o segundo maior agente de seguros em Portugal? e nas Ilhas Caimão onde o Finantia tem uma delegação para desviar mais uns milhões ao pagamento de impostos?). Nos momentos de ócio ainda recentemente encabeçou a lista vencedora nas eleições para o Conselho Leonino.

Tudo isto se compreende num homem que aufere uma reforma de 9693 euros, classe média, portanto.

Sigamos pois não o cherne mas o exemplo de quem ainda negoceia tudo e menos alguma coisa em nome do PSD, e é o candidato natural a ministro das Finanças num governo do Grupo Mello, cargo que já ocupou nos idos de Cavaco Silva, tendo sido o primeiro a colocar a dívida pública acima dos 60% do PIB. Isto é que é um político de primeira, carago.



http://aventar.eu/2011/05/10/a-mobilidade-segundo-eduardo-catroga-o-maratonista-da-economia-portuguesa/#comment-40169

A FALTA DE HONESTIDADE DOS POLÍTICOS


OS SUBMARINOS SEM UTILIDADE QUE PORTAS COMPROU PARA SATISFAZER A VAIDADE E MANIA DAS GRANDEZAS DOS MILITARES CUSTARAM AO PAÍS MIL MILHÕES DE EUROS. SERÁ QUE A ZEE NÃO PODERIA SER FISCALIZADA DE UM MODO MAIS BARATO, COM NAVIOS FEITOS NOS ESTALEIROS DE VIANA DO CASTELO?

O preço dos dois submarinos comprados em 2004 pelo então ministro da Defesa, Paulo Portas, derrapou 63,6 milhões de euros, noticia hoje o Correio da Manhã.

Segundo o jornal, "com os atrasos ocorridos no início do processo, esse preço (769,3 milhões de euros) disparou para 832,9 milhões de euros, sem juros um aumento de 8%. Com juros, esse valor supera os mil milhões de euro."

Este valor, continua o jornal, não foi previsto em termos orçamentais "desde logo porque, face ao elevado custo dos dois submarinos, o pagamento dos navios, a executar no próximo ano não foi acautelado em termos orçamentais", escreve a edição de hoje do jornal.

A eurodeputada do PS Ana Gomes defendeu hoje que o processo de compra dos submarinos à Alemanha foi "altamente lesivo" para o Estado português e está "eivado de fraudes", notando que existem documentos desaparecidos e cláusulas contratuais "absolutamente desastrosas".

Numa conferência de imprensa onde anunciou ter acabado de apresentar à Comissão Europeia uma queixa por violação das regras do mercado interno no caso dos dois submarinos comprados por Portugal ao "German Submarine Consortium", Ana Gomes advogou que tanto o contrato de aquisição como o de contrapartidas devem ser anulados.

"Eu sou a favor de contrapartidas, desde que elas favoreçam a economia nacional e sejam constituídas nos termos do Direito comunitário, e isso implica que não violem as leis do mercado interno", referiu.

A eurodeputada socialista considerou que os problemas nos negócios de equipamento militar se verificam "não apenas a nível nacional, mas europeu" e defendeu que a Comissão Europeia não pode "continuar a assobiar para o ar".

"As contrapartidas favoreceram um determinado grupo de empresas que nunca se submeteram a um concurso internacional", designadamente na indústria automóvel e de novas tecnologias, referiu, assinalando que "a forma como foram selecionadas é completamente distorcedora das regras do mercado interno".


Negócio tem "fraudes"


Ana Gomes salientou que há neste processo "aspetos absolutamente lesivos dos interesses do Estado", como o facto de se ter entregue a negociação do contrato "a uma empresa privada, a ESCOM, do grupo BES - que também é o grupo que depois financia a aquisição dos submarinos".

"Essa mesma ESCOM trabalha para o Estado na engenharia financeira do contrato de aquisição e por outro lado está ao mesmo tempo a trabalhar para a MAN Ferrostaal, uma das empresas do consórcio alemão, no arranjar do programa de contrapartidas e na identificação das empresas beneficiárias", notou.

A eurodeputada do PS, que disse ter recebido do ministro da Defesa, Augusto Santos Silva, cópias dos contratos e do relatório da Comissão Permanente de Contrapartidas, alertou para o facto de "ninguém encontrar, nem nos arquivos do ministério, o contrato da engenharia financeira da aquisição dos submarinos".

Termos dos contratos suspeitos

"Altamente suspeitos são também os termos dos contratos, tanto de aquisição, como de contrapartidas, como o facto Estado ter prescindido do recurso aos tribunais em caso de litígio e de se prever apenas a via da arbitragem", acrescentou.

Ana Gomes lembrou ainda que só no período entre a assinatura do contrato e a entrada em vigor do mesmo, em setembro de 2004, o Estado pagou "mais 64 milhões de euros", devido a "uma fórmula matemática" incluída nos contratos que previa uma atualização diária do preço dos submarinos.






O PSD DE PASSOS COELHO ACUSA O PS DE SÓCRATES DE DESPESISMO DESCONTROLADO MAS ESQUECE-SE QUE UM DOS RESPONSÁVEIS PELO DÉFICE PORTUGUÊS É ALBERTO JOÃO JARDIM, DIRIGENTE DO PSD E PRESIDENTE DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA E QUE AS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS TAMBÉM SÃO INVENÇÃO DOS SOCIAIS-DEMOCRATAS.



COMO PODEMOS ACREDITAR QUE DEPOIS DE ELEITO COELHO VAI COLOCAR OS SEUS BOYS NA ORDEM?


O Orçamento da Região Autónoma da Madeira para o ano de 2011, constitui um rude golpe na legítima expectativa dos que contavam com o Governo Regional para aliviar o peso da ‘cruz da austeridade’ e para colocar um ‘bálsamo na dor’ dos cerca de oitenta mil madeirenses em risco de pobreza nesta terra1.

É um facto que este Orçamento reduz alguma despesa por efeito da diminuição salarial da administração pública, em consequência da aplicação do Plano de austeridade nacional.
Tirando isto, a redução da despesa é praticamente nula e as prioridades do Orçamento estão completamente invertidas: são transferidos cerca de 11 milhões de euros para as Sociedades de Desenvolvimento e Madeira Parques empresariais, completamente falidas, dinheiro esse que deveria ser substancialmente reduzido. A redução de 2 milhões e meio de euros nesta transferência daria para pagar um complemento de Pensão a 30 mil idosos e pensionistas que auferem pensões inferiores ao Salário Mínimo Nacional. Esta foi a primeira proposta de alteração ao Orçamento que apresentamos e que foi liminarmente rejeitada pela maioria jardinista no Parlamento madeirense.


Dos 17 milhões de euros que serão transferidos para o Instituto do Desporto, e para os clubes de futebol, seria perfeitamente possível cortar 5 milhões de euros que seriam suficientes para garantir o pagamento de um complemento regional ao abono de família para as crianças e jovens, sobretudo àquelas a quem foi retirado essa prestação social.
Por outro lado, há que apurar se o endividamento total da Região foi feito em prol da população e se de que forma foi aplicado esse dinheiro, que todos nós e os nossos descendentes até à 5ª geração vão ter que pagar.


Para isso propusemos, em sede de orçamento, uma auditoria externa e independente, ao endividamento da Região e propusemos que o próximo orçamento fosse elaborado com base nas regras do denominado “Orçamento de Base Zero” (que curiosamente o PSD aprovou na República), isto é, que o Orçamento para 2012 não fosse feito com base no Orçamento anterior mas que todos os departamentos do Governo Regional partam do zero, contabilizem as suas despesas essenciais e as justifiquem exaustivamente para depois serem inscritas na proposta de Orçamento. Estamos convencidos que, assim, será possível cortar muitas despesas inúteis e canalizar algumas das verbas disponíveis para acudir às necessidades sociais da população.


Por último, mas não menos importante, o BE propôs que o Governo Regional tomasse todas as medidas necessárias que garantissem uma remuneração compensatória, de modo a que se mantivessem para o ano 2011 as remunerações em vigor em 31 de Dezembro de 2010, a todos os trabalhadores da Administração Regional, dos Institutos Públicos, das Empresas maioritariamente comparticipadas pelo Governo Regional e dos Corpos Especiais da função pública sob a tutela do Executivo madeirense que, por via do diploma do Orçamento de Estado, sofrem redução remuneratória. Esta proposta surgiu porque, desde o primeiro minuto, o Bloco de Esquerda deixou claro que não aceita qualquer corte de salários, uma vez que esta medida viola a Constituição, as leis laborais e os princípios basilares do Estado de Direito.

A todas estas propostas o PSD e Alberto João Jardim disseram NÃO.

Por isso, será muito difícil o ano que aí vem: mais pobreza, mais fome, mais desemprego, menos salários e menos para quem menos tem.

O Governo Regional, a avaliar pelo Orçamento regional para 2011, vai manter tudo como está: dinheiro a rodos para os tubarões do regime, aumento da colossal dívida regional, o asfixiar ainda mais acentuado das pequenas e médias empresas a quem deve dinheiro e mais dificuldades para o Povo.

Mas o ano que aí vem pode ser um ano de esperança: esperança que os madeirenses, nas eleições regionais de 2011, ajude a reforçar esta Esquerda Socialista que é o Bloco de Esquerda, elegendo mais deputados à Assembleia Legislativa da Madeira.

Se com um Deputado já muito lutamos pelas pessoas, se tivermos mais deputados poderemos fazer muito mais na defesa dos direitos da população da Madeira e Porto Santo.

Porque esta Esquerda que não vira a cara à Luta continuará a denunciar todas as atrocidades que se cometem contra os mais fracos e contra a Democracia numa Região em que Abril tarda em chegar.

Roberto Almada


Investimento avaliado em mais de 7000 milhões de euros
Custos de construção do TGV não são recuperáveis
Por Carlos Cipriano, Adelino Gomes, Carlos Rosado de Carvalho, Paulo Ferreira (PÚBLICO)

O investimento nas infra-estruturas ferroviárias de alta velocidade não é recuperável, concluem os estudos na posse do Governo que deverão ser divulgados terça-feira, 13 de Dezembro, na cerimónia pública de apresentação da nova versão do projecto de alta velocidade português que será presidida pelo primeiro-ministro, José Sócrates.
Os estudos de viabilidade económico-financeira encomendados pelo Governo concluíram que a exploração da linha Lisboa-Porto será rentável

O modelo de financiamento será semelhante ao adoptado no comboio da Ponte 25 de Abril: o Estado suporta os custos com as infra-estruturas e os futuros concessionários - um para cada linha, a escolher por concurso público - arcarão com os custos de exploração e a aquisição do material circulante (provavelmente em leasing).

O investimento previsto nas infra-estruturas (linha férrea, estações, etc.) ronda os 7200 milhões de euros - 5000 milhões na ligação ao Porto e 2200 milhões no troço português da ligação a Madrid -, dos quais 30 a 40 por cento serão financiados por fundos comunitários e o restante será suportado pelo Estado português de forma faseada.

Segundo o PÚBLICO apurou, numa primeira fase o investimento público será feito através da Rave, a empresa constituída pelo Governo de António Guterres para o projecto de alta velocidade, que para o efeito recorrerá a empréstimos nos mercados internacionais, com destaque para o Banco Europeu de Investimento, com financiamentos a taxas de juro preferenciais e elevados períodos de carência.

Como sucede neste tipo de projectos, durante o período de construção os custos do investimento não entrarão no Orçamento do Estado, explicam fontes governamentais. Isso só acontecerá na fase de exploração, sendo imputada anualmente uma verba ao OE que será definida entre os ministérios das Obras Públicas, Transportes e Comunicações e das Finanças, acrescentam as fontes sem adiantarem pormenores.

A questão orçamental

As consequências do investimento em infra-estruturas nas contas públicas é o principal argumento utilizado pelos críticos da alta velocidade e do novo aeroporto, que dão o exemplo das auto-estradas sem custos para o utilizador. Numa fase inicial as chamadas Scut também não sobrecarregaram os cofres públicos, mas a factura acabou por chegar colocando em causa o cumprimento dos compromissos assumidos por Portugal quando aderiu à moeda única. O Governo garante que não será esse o caso da Ota, que vai ser construído, financiado e explorado por privados, sendo o investimento público residual.

Um modelo que, concluem os próprios estudos do Governo, não é replicável no TGV. O problema é que o investimento neste tipo de infra-estruturas não é recuperável. O conceito de sustentabilidade dos projectos de alta velocidade não entra em conta com os custos de construção da infra-estrutura, garante o Governo, que dá como exemplo o que se passou em todos os países que investiram nestes projectos. Para o Executivo de José Sócrates, ainda assim, o investimento justifica-se porque Portugal não poderia ficar de fora das ligações de alta velocidade europeias, sob pena de se tornar ainda mais periférico.

Além do mais, os estudos de viabilidade económico-financeira encomendados pelo Governo concluíram que a exploração da linha Lisboa-Porto será rentável, pois a diferença entre receitas e despesas correntes, incluindo a taxa de uso, uma espécie de portagem ferroviária, será positiva. Já na linha Lisboa-Madrid, a empresa que ficar com a exploração só será obrigada a pagar uma parte da taxa de uso, pois a procura não deverá gerar receitas suficientes.

E se estas previsões não se concretizarem? Segundo o Governo, é aqui que reside a grande diferença entre o TGV e o comboio da ponte. De facto, o acordo com a Fertagus prevê patamares mínimos de procura, abaixo dos quais o Estado português é obrigado a indemnizar a empresa. No caso da alta velocidade os privados assumirão riscos, o que quer dizer que se as previsões de procura não se concretizarem terão prejuízos.

COM POLÍTICOS MEGALÓMANOS COMO PORTAS, PASSOS COELHO E SÓCRATES OS HOMENS DO FMI QUE SE CUIDEM.


O PODER É IRRESISTÍVEL E CORROMPE!


ASSIM QUE OS APANHAREM DISTRAÍDOS, PORTAS ENCOMENDA UM PORTA-AVIÕES PARA FISCALIZAR A ZEE E A LAVOURA, PASSOS COELHO FAZ A VONTADE AO DITADOR DA MADEIRA E INJECTA MAIS UNS MILHÕES PARA SUBSIDIAR O MARÍTIMO FUTEBOL CLUBE, PUBLICAR O JORNAL DO PARTIDO E PARA MAIS AUTO-ESTRADAS ( caso contrário AJJ faz birra, ameaça com a independência e acaba a chamar-lhe cubano) E SÓCRATES FAZ MESMO O TGV.


ESTAMOS TRAMADOS COM ESTES GAJOS POIS SÃO ELES QUE VÃO GANHAR AS ELEIÇÕES!

DIVULGA ESTE BLOGUE



DIVULGA ESTE BLOGUE ENTRE OS TEUS CONTACTOS E TORNA-TE SEGUIDOR ANTES QUE EU ME ZANGUE CONTIGO!



terça-feira, 17 de maio de 2011

DOMINIQUE STRAUSS-KAHN O SENHOR FMI




Presidente do FMI detido por abuso sexual



Strauss-Kahn foi detido quando já estava sentado no avião da Air France com destino a Paris, poucos minutos antes da descolagem.


Os procuradores do Ministério Público de Nova Iorque acusaram esta manhã o director-geral do Fundo Monetário Internacional de abuso sexual e tentativa de sequestro. Dominique Strauss-Kahn esteve a ser ouvido durante várias horas na polícia de nova-iorquina depois da queixa de uma empregada de um hotel em Times Square.

Strauss-Kahn foi detido quando já estava sentado no avião da Air France com destino a Paris, poucos minutos antes da descolagem, como confirmou o chefe da polícia de Nova Iorque, Paul Browne, à televisão britânica BBC.

Chefe da polícia de Nova Iorque explica detenção
“O indivíduo em questão, o senhor Strauss-Kahn, estava naquele momento a bordo de um avião da Air France, no aeroporto John F. Kennedy, prestes a partir para Paris. Os meus detectives pediram às autoridades do aeroporto para que impedissem o avião de partir, foram ao aeroporto e detiveram-no”, relatou o chefe da polícia de Nova Iorque.


Segundo o Ryan Sesa, porta-voz da polícia de Harlem (norte de Manhattan), o director-geral do FMI foi acusado de tentar agredir sexualmente e violar “uma jovem mulher de 32 anos num quarto de hotel em Nova Iorque”. O incidente terá ocorrido no hotel Sofitel de Nova Iorque perto de Times Square, de onde a jovem mulher é empregada de limpeza.

Entretanto, o advogado Benjamin Brafman de Strauss-Kahn, citado em diversos meios de comunicação, assegurou que o cliente vai declarar-se inocente das acusações.



FMI a funcionar “em pleno"
O Fundo Monetário Internacional (FMI) mantém o seu “pleno funcionamento”, assegurou hoje uma responsável da instituição, depois de o seu director-geral ter sido detido e formalmente acusado de agressão sexual e tentativa de violação.

Numa declaração divulgada no site do FMI, a directora de relações públicas, Caroline Atkinson, refere que a organização não faz comentários sobre o assunto, remetendo quaisquer questões para as autoridades policiais ou para o advogado pessoal de Dominique Strauss-Kahn.

Já em 2008, o director-geral do FMI esteve envolvido num escândalo sexual, quando o Fundo Monetário abriu uma investigação interna sobre as relações de Strauss-Kahn com uma directora de departamento da organização, de que foi ilibado.

Segolene Royal pede serenidade
A ex-líder do PS francês, Segolene Royal, pedia esta manhã, em declarações à rádio “Europe 1”, serenidade para que a justiça possa encontrar a verdade, sublinhando que Dominique Strauss-Kahn tem direito à presunção de inocência.


Segolene Royal pede serenidade
“A justiça tem necessidade de serenidade para decidir sobre as coisas. Todos somos responsáveis para manter essa imagem de serenidade de que a justiça precisa para encontrar a verdade e evitar a eventual manipulação”, alertou Segolene Royal.


O actual director-geral do FMI assumiu o cargo em 2007, depois de ter perdido a liderança do PS Francês para Ségolene Royal e era tido agora como o grande adversário do actual presidente francês Nicolas Sarkozy.

Menina dos meus Olhos - José Mario Branco

HUMOR EM TEMPO DE CRISE



A melhor terapia para a crise ainda é o HUMOR...

Inauguração da CRIL vista por alguns ausentes!

Vejam no link abaixo:

http://maiortv.com.pt/entretenimento/imitacao/entretenimento048.php

cearense de 77 anos que tem três mulheres e 51 filhos.

José Mário Branco - Inquietação

ANTÓNIO BARRETO



Esclarecedor, principalmente vindo este homem da área socilista, e dado o grau de autoridade, conhecimento do que fala e de isenção que o caracteriza.


http://www.ionline.pt/conteudo/121646--jose-socrates-deve-ser-severamente-punido-nas-proximas-eleicoes

NÃO INCOMODAR, FMI A TRABALHAR









NÃO INCOMODE, FMI A TRABALHAR


O BECO SEM SAÍDA DO POVO PORTUGUÊS?



A última ceia ??????

Será a última ceia... ou ainda vão comer mais 4 anos!?!

Nem o Judas lá falta ...

'O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.../Martin Luther King'/
E A BRUXA DO PSD, PEDRO PASSOS COELHO, PREPARA-SE PARA MONTAR O CAVALO DO PODER............. VENHA O DIABO E ESCOLHA.

PAULO PORTAS DO CDS-PP, O DIABO EVANGÉLICO QUE TUDO DECIDIRÁ

MEDITE, ANTES DE VOTAR NO DIA 5 DE JUNHO, NO INFERNO DA SUA PREFERÊNCIA!!!

Póstroika


Num momento de aperto PÓSTROIKA é uma piada de oportunidade. E é como uma oportunidade para se reestruturar que Portugal tem de encarar este momento. Haja vontade, pois capacidade para fazer melhor…
Póstroika - Animação (contra factos não há argumentos !)

Para pensar neste nosso Portugal e irmos a votos...

http://www.youtube.com/watch?v=XcpSBulFFEg

EM QUEM VOTAR?

A OPINIÃO DE BANDARRA



A História recente (I)



A História repete-se ... então , foi necessário ir a Coimbra buscar Salazar. Mas Salazar encontrou um País que hoje já não existe ... e até virou paraiso de criminosos com total impunidade ! ... Povo pobre num País rico mas este já não existe ...resta-nos um Povo tão pobre como incivilizado e convencido de que é rico(por culpa de Cavaco) analfabeto , alérgico às matemáticas , que não fala nem entende o português , ainda , iliterato económico , financeiro e social , acrítico ,obeso mentalmente , que nada sabe , mas fala sobre tudo ... mas qualquer vulgar “ aldrabão de feira” o engana ou com inconfessado cinismo se deixa enganar mas em proveito próprio e à custa alheia ...


“ A Merda é a mesma .As Moscas é que mudam”


Agora nem as moscas mudam ...
Mas o problema é mais grave porque somos nós que elegemos as moscas ! ... Afinal quem fez a
Merda ? Nós(votantes e não votantes) ou elas ?
E a Constituição da República é um puro livro de ficção ... e o País real um buraco de miséria e sem-vergonha onde a escala de valores foi deitada às urtigas ...
Os Portugueses vivem num azul mar de ilusões com um negro futuro virtual .

A história recente (II)

Uma quota parte da crise deve-se a Cavaco Silva como P.M. Agravada com Guterres . Foi
o “cavaquismo” de Oliveira e Costa (BPN) , Dias Loureiro e Ferreira do Amaral que enquanto Ministro celebrou um contrato leonino com a Lusoponte , onde hoje é o Presidente do Conselho de Administração !... http://tabusdecavaco.blogspot.com/ .

Cavaco Silva como P.R. apenas olhou para o seu “umbigo” e “casou” com Sócrates .
Todos falamos das mentiras de Sócrates . Por que não falar também das mentiras de Cavaco
durante as campanhas das suas 2 candidaturas a P.R. ? E para ter a sua “estabilidade politica” que lhe permitisse um seu segundo mandato, “ cunhou ” a nefasta aprovação dos Orçamentos de 2010 -2011 que aliás nunca foram cumpridos.
E também nos PEC’s 1 , 2 e 3 , o PSD e Cavaco estiveram comprometidos .

E quem se lixou foi o ZéPovinho ...

Chegámos aonde chegámos também com este Cavaco , Sócrates e o imaturo PPC (Pedro Passos Coelho) com a sua promiscuidade Nobre , futuro candidato a P.R.pelo PSD ...

Todos os politicos pré-candidatos falam ao Povo oferecendo as mais diversas panaceias mas
nunca as quantificando nem a correspondente fonte de financiamento , sobretudo nesta negra conjuntura de bancarrota . E assim é evidente que continuamos a ter politicos mentirosos ,
incompetentes e desonestos .
Politico que se preze não diz a Verdade porque a Besta tal como o cornudo prefere a Mentira ...
Perdoem-me os que me lêem , mas nada disto presta . Votar ? Em quem ?
É óbvio que há votos interessados no “stato quo” .


A nossa vergonhosa pseudo-democracia sem escolha racional , tem um elevado grau de irracionalidade (Arrow) que nos vai levar ao abismo . 60% vão ficar em casa . 40% vão votar
mas 25% vão votar no abismo , quer seja PPC quer seja Sócrates ...

A História recente (III)

Tal como em 2009 ,
Inscritos ... 9 519 921
Votantes ... 5 681 258
CDS ... 592 778 10,43 %
PSD ... 1 653 665 29,11%
PS ... 2 077 238 36,56%



É óbvio que Sócrates vai ser reeleito porque não lhe será difícil encontrar 2 milhões de corruptos, chulos, agradecidos e quejandos que são o actual espelho da triste imagem deste pseudo País .


13 ESTATÍSTICAS



1.O pior Crescimento Económico dos ultimos 90 anos .
2.A pior Divida Publica dos ultimos 160 anos .
O que agora nos vão emprestar pouco mais é do que se deve nas PPP’s – mais uma mentirosa
desorçamentação . Sócrates varre o pó para debaixo do tapete .
3.A pior Taxa de Desemprego dos ultimos 90 anos : 11,5% ( 620 mil , 300 mil com mais de 1 ano ) .
4.A maior Divida Externa dos ultimos 120 anos .
5.No TOP 10 dos mais endividados .
6.A segunda maior Fuga de cerebros dentro da OCDE .
7.A segunda maior vaga de Emigração dos ultimos 160 anos .
8.A pior Taxa de poupança dos ultimos 50 anos.
9.1,6 milhões de casos pendentes nos Tribunais Cíveis , num País que neste sector tem a maior
despesa por habitante .
10.A terceira pior Taxa de abandono escolar de toda a OCDE .
11.Peso do Estado : 50% do PIB . Mais de 6.000 organismos de utilidade duvidosa .
12.A Divida das Familias ultrapassa 135% do seu Rendimento disponível .
13.A Divida das Empresas atinge o valor de 150% do PIB .


Sintetizando ,
sem Crescimento económico e uma divida global ( Estado , Familias e Empresas ) de
410% do PIB (vulgo Rendimento Nacional) Se V. deve 4 vezes mais do que ganha ,
como vai pagar o que deve ?



Com sacrifícios suportáveis nunca em menos de 20 anos ! ...


Sócrates matou a nossa geração .
Será que os Portugueses são assim tão burros ao ponto de nem isto entenderem ?
http://www.youtube.com/watch?v=q249YeaB-rs


post scriptum
Portugal caiu na bola de neve ao pedir emprestado para pagar juros ... Os responsáveis não são só os politicos mas também quem os elege que são assim co-responsáveis .


O estupido voto no “menos mau” ou não votar “ad minus” em “branco” é o que dá !...
http://sites.google.com/site/documentoproduzidoem2/

BANDARRA_____________


ANGOLA - IMAGENS DO LOBITO



segunda-feira, 16 de maio de 2011

Zeca Afonso - Adeus ó Serra da Lapa, arr. Rui Paulo Teixeira (Ensemble V...

Lamego

CONTRA O MASOQUISMO NACIONAL EM PORTUGAL



Contra o tradicional masoquismo nacional...



Afinal, já temos quase 900 anos de existência...‏


Texto de Nicolau Santos publicado na revista up da TAP


Eu conheço um país:

- Que em 30 anos passou de uma das piores taxas de mortalidade infantil (80 por mil) para a quarta mais baixa taxa a nível mundial (3 por mil).

- Que em oito anos construiu o segundo mais importante registo europeu de dadores de medula óssea, indispensável no combate às doenças leucémicas.

- Que é líder mundial no transplante de fígado e está em segundo lugar no transplante de rins. Que é líder mundial na aplicação de implantes imediatos e próteses dentárias fixas para desdentados totais.

Eu conheço um país:

- Que tem uma empresa que desenvolveu um software para eliminação do papel enquanto suporte do registo clínico nos hospitais (Alert), outra

- Que é uma das maiores empresas ibéricas na informatização de farmácias (Glint) e outra

- Que inventou o primeiro antiepilético de raiz portuguesa (Bial).

Eu conheço um país:

- Que é líder mundial no sector da energia renovável e o quarto maior produtor de energia eólica do mundo,

- Que também está a construir o maior plano de barragens (dez) a nível europeu (EDP).

Eu conheço um país:

- Que inventou e desenvolveu o primeiro sistema mundial de pagamentos pré-pagos para telemóveis (PT),

- Que é líder mundial em software de identificação (NDrive),

- Que tem uma empresa que corrige e detecta as falhas do sistema informático da NASA (Critical) e

- Que tem a melhor incubadora de empresas do mundo (Instituto Pedro Nunes da
Universidade de Coimbra)

Eu conheço um país:

- Que calça cem milhões de pessoas em todo o mundo e que produz o segundo calçado mais caro a nível planetário, logo a seguir ao italiano.

- E que fabrica lençóis inovadores, com diferentes odores e propriedades anti-germes, onde dormem, por exemplo, 30 milhões de americanos.

Eu conheço um país:

- Que é o «state of art» nos moldes de plástico e líder mundial de tecnologia detransformadores de energia (Efacec) e

- Que revolucionou o conceito do papel higiénico (Renova).

Eu conheço um país:

- Que tem um dos melhores sistemas de Multibanco a nível mundial e

- Que desenvolveu um sistema inovador de pagar nas portagens das auto-estradas (Via Verde).

Eu conheço um país:

- Que revolucionou o sector da distribuição, que ganha prémios pela construção de centros comerciais noutros países (Sonae Sierra) e

- Que lidera destacadíssimo o sector do «hard-discount» na Polónia (Jerónimo Martins).

Eu conheço um país:

- Que fabrica os fatos de banho que pulverizaram recordes nos Jogos Olímpicos de Pequim,

- Que vestiu dez das selecções hípicas que estiveram nesses Jogos,

- Que é o maior produtor mundial de caiaques para desporto,

- Que tem uma das melhores seleções de futebol do mundo, o melhor treinador do planeta (José Mourinho) e um dos melhores jogadores (Cristiano Ronaldo).

Eu conheço um país:

- Que tem um Prémio Nobel da Literatura (José Saramago), uma das mais notáveis intérpretes de Mozart (Maria João Pires) e vários pintores e escultores reconhecidos internacionalmente (Paula Rego, Júlio Pomar, Maria Helena, Vieira da Silva, João Cutileiro).

- Que tem dois prémios Pritzker de arquitectura (Sisa Vieira e Souto Moura).

O leitor, possivelmente, não reconhece neste país aquele em que vive ou que se prepara para visitar. Este país é Portugal. Tem tudo o que está escrito acima, mais um sol maravilhoso, uma luz deslumbrante, praias fabulosas, ótima gastronomia.

Bem-vindo a este país que não conhece: PORTUGAL



Eu conheço um país que, num universo de cerca de 10 milhões de habitantes, foi capaz de absorver, sem sobressaltos inultrapassáveis, mais de 600 mil concidadãos (6% da população) que regressaram à Pátria aquando da descolonização tumultuada. A França não teve essa
capacidade e essa mestria quando a Argélia se tornou independente.

NOTA: Como escreve Nicolau Santos, Portugal é capaz, nós somos capazes.

Demonstremos que, unidos, vamos ultrapassar as dificuldades actuais.

Divulga este texto positivo e vai acrescentando mais motivos e exemplos que conheces e que nos orgulham do sermos portugueses.

Sem política e sem políticos, sem clubismos e sem regionalismos, com cidadania.

Destrói as mensagens negativas de quem quer baixar os braços.

Todos nós, e cada um ao seu nível, poderemos contribuir positivamente para Portugal.

BPN: Cavaco é vizinho de Oliveira e Costa no Algarve

EDUARDO CATROGA-O HOMEM QUE QUER SER MINISTRO FOI DE FÉRIAS A 3 SEMANAS DE ELEIÇÕES



Quem é Eduardo Catroga?‏ O MINISTRO MAIS PRIVATIZADOR DE CAVACO!


Eduardo Catroga o "chefe da equipa negocial" do PSD e próximo de Cavaco Silva.
Não tenham pena deste homem impoluto que quer ajudar a por o governo na ordem, se é verdade o que diz este escrito:


-Pensionista com cerca de 9600 euros mensais aposentado pela CGA (como trabalhador... também no sector privado!)
-Prof. Catedrático a tempo parcial 0% (1)
-Criador das PPP - Parcerias Público Privadas (!)
etc

..."porque não processar Eduardo Catroga por destruir a imagem das universidades portuguesas ao fazer-se nomear professor catedrático a tempo parcial 0% quando nunca teve uma carreira de professor brilhante e já há anos que é pensionista? Algum jovem deste país tem entrada numa universidade estrangeira se esta souber que um dos catedráticos das cadeiras que este aluno estudou foi um catedrático a tempo parcial 0% nomeado seis meses depois de já o ser? É evidente que não só não terá entrada numa universidade estrangeira, como ainda se arrisca a ser ridicularizado por sonoras gargalhadas. Além disso, estes jovens ainda poderiam pedir uma investigação à gestão e privatização do BPA conduzida na ocasião pelo ministro das Finanças Eduardo Catroga.
...

Em Maio de 2008 o, e senhor, professor Joao Duque presidente do conselho directivo do Instituto Superior de Economia e Gestão, produziu um despacho contratando, "por conveniência urgente, para exercer as funções de Professor Catedrático Convidado, a tempo parcial 0 %, além do quadro do Instituto, com efeitos a partir de 1 de Setembro de 2008", Eduardo Catroga. Acrescenta sibilinamente, não carece de visto prévio do Tribunal de Contas. Está-se mesmo a ver que andaram a fazer contas para não ultrapassar a fronteira em que seria exigido passaporte do TC. Para quem passa a vida a clamar por transparência, estamos conversados.
Algumas questões? Esse tal Catroga não acumula reformas e outros vencimentos? Não recebe da CGA mais de 9.000 euros/mês? Não é administrador da Sapec e da Nutrinveste? O que quer dizer tempo parcial 0 %? Aparentemente nem precisa andar pelos corredores do ISEG, de mãos nos bolsos a assobiar! Para qualquer leigo tempo parcial 0 % é não fazer mesmo nada. Se é assim, porque é que se paga retroactivamente, desde 2008, por não fazer nada?
Antigo ministro das Finanças e "criador das já famosas PPP" , professor catedrático convidado do ISEG, Eduardo Catroga aposentou-se no mês de Abril de 2007com uma pensão mensal de 9 693,54 euros, de acordo com a listagem publicada pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) para o próximo mês. Em conversa com o Correio da Manhã, o economista explicou que o valor é a soma das pensões a que tem direito pelos seus descontos como funcionário público e como trabalhador privado. (Sou capaz de não ter percebido bem: a pensão dos 40 anos no privado é paga pela CGA? Para simplificar, diz ele?)"



O HOMEM FOI DE FÉRIAS PORQUE É A ÚNICA MANEIRA DE PEDRO PASSOS COELHO O CALAR. FAZIA MAIS ESTRAGOS NAS HOSTES DO PSD QUE O PRIMEIRO-MINISTRO SÓCRATES.

Um alemão xateado com o sócrates

MÉDICO VIOLADOR ABSOLVIDO - A JUSTIÇA QUE TEMOS EM PORTUGAL



E SE AS FILHAS DESTES JUÍZES FOSSEM ALVO DE CRIME SEMELHANTE...?


Médico absolvido de violação porque não foi muito violento. Esta é a Justiça que temos…


Relação do Porto absolveu psiquiatra com argumentos muito polémicos.

O Tribunal da Relação do Porto absolveu o psiquiatra João Villas Boas do crime de violação contra uma paciente sua, grávida de 34 semanas, que estava a ter acompanhamento devido à gravidez.

Segundo a maioria de juízes, os actos sexuais dados como provados no julgamento de primeira instância não foram suficientemente violentos. Agarrar a cabeça (ou os cabelos) de uma mulher, obrigando-a a fazer sexo oral e empurrá-la contra um sofá para realizar a cópula não constituíram actos susceptíveis de ser enquadrados como violentos.






Uma mulher grávida de 34 semanas foi violada no consultório do psiquiatra que consultou para a ajudar a ultrapassar a depressão de que sofria. O médico que a violou, com sexo oral e cópula, foi absolvido pelo Tribunal da Relação do Porto porque os actos praticados, considerados provados, não foram praticados com a violência a que a lei obriga, deliberaram dois dos três magistrados.

O acórdão foi revelado esta quinta-feira pelo Diário de Notícias. A relatora do acórdão, a juíza Eduarda Pinto e Lobo, considerou que não ficou provado se o médico, ao obrigar a paciente a realizar sexo oral, o fez a agarrar a vítima pela cabeça ou pelos cabelos.

«Não se vislumbra como é possível considerar o acto de agarrar a cabeça como traduzindo o uso de violência de modo a constranger alguém à prática de um acto contra a sua vontade. A não ser que se admitisse que o mero acto de agarrar a cabeça provoca inevitável e automaticamente a abertura da boca», lê-se no documento, citado pelo DN.

Os juízes que assinaram a absolvição do médico, que tinha sido condenado em primeira instância a cinco anos de pena suspensa e a pagar 30 mil euros à vítima, consideraram ainda que a grávida de sete meses não ofereceu resistência.

«Se a força física utilizada tem de ser, como atrás se disse, a destinada a vencer uma resistência oferecida ou esperada, o que pode afirmar-se é que no que respeita ao coito oral não se provou qualquer tipo de resistência por parte da vítima. Ou, pelo menos, uma resistência que o arguido tivesse tido necessidade de vencer através do uso da violência», escreveram.

A violação da paciente não foi apenas no sexo oral. O médico obrigou a vítima à cópula empurrando-a contra o sofá do consultório. Facto que também não convenceu os meritíssimos juízes.

«Os factos provados não permitem concluir que, ao empurrar a ofendida contra o sofá, o arguido visou coarctar-lhe a possibilidade de resistência aos seus intentos ou se, com esse acto, pretendeu apenas o arguido concretizar a cópula que, de outra forma, não conseguiria, dado o avançado estado de gravidez da vítima: 34 semanas. Para que o empurrão na ofendida integrasse o conceito de violência, visado como elemento objectivo do crime de violação, teria de traduzir um «plus» relativamente à força física normalmente utilizada na prática de um acto sexual», determinaram.

Um dos juízes do colectivo, José Baião Papão, votou contra esta decisão e na declaração de voto escreveu que a «aparente fruste resistência da assistente é inteiramente compatível com o estado de fragilização em que então se encontrava: depressão e gravidez».


PALAVRAS DE UM SOLDADO AMERICANO





Incríveis palavras de um soldado Americano Este soldado não tem o coração de chumbo, mas de ouro! ...de amor e compaixão...

Mereceu os aplausos de pé!! Contundentes e verdadeiras as palavras do soldado.

O soldado apareceu morto 2 dias depois do discurso. A autópsia revelou ter sido um ataque cardíaco. Depois de um discurso destes, é difícil acreditar em ataque cardíaco... a menos que tenha sido provocado!

http://sorisomail.com/email/63379/incriveis-palavras-de-um-soldado-americano.html





" Não se pode mudar os princípios em função da realidade. Isso seria o fim.
Mas temos que saber adequá- los às nossas realidades."

Não desista...
RESISTIR já é LUTAR !


É URGENTE SALVAR O PLANETA

video

CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DE ANGOLA, JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS






Carta Aberta ao Presidente da República - Luís Carlos Matos

Luanda - Caro Sr. Presidente da República de Angola

Saúdo-o pelo seu discurso!... Muito bom, no geral. Bem observado (dentro do seu ponto de vista), estruturado e escrito! Todavia, discordo e entristeço-me pela medíocre desculpa de que a pobreza de Angola "é uma herança do tempo do colonialismo", nas suas palavras... Mas o que é isto?!?

É uma hipérbole, um atentado à inteligência do povo angolano, uma desculpa de "mau pagador"; preguiça ou uma incoerência absurda no trato do nobre e sofredor povo angolano?!? Depois de 1975, depois de todos os portugueses terem-nos feito o grande favor (porque o queríamos e exigimos fazendo-lhes uma guerra aberta em todas as frentes) de nos deixarem entregues a nós mesmos... à nossa Angola, para ser gerida e comandada por nós... Depois de tudo isso, depois de 35 anos passados, depois da guerra... o Sr. Presidente ainda tem a coragem, o desplante, a ousadia de dizer que a culpa da pobreza actual de Angola é dos colonialistas portugueses?!... Mas, com todo o respeito, o Sr. Presidente vive em que século??? Isso é chamar "burros" aos angolanos!!! Isso é descriminar o povo angolano...


Isso chama-se fugir às responsabilidades reais que Angola contém no seu seio... Começando pelo seu governo, poder executivo!... Mas, afinal, que fizeram então, durante todo este tempo que estão no poder?!... Só houve tempo para tratar e cuidar do enriquecimento presidencial, família, membros do governo e do partido do poder?... E aqui somente os mais chegados. Porque o grosso nem anda a nadar em dinheiro... Parte do seu discurso é ?verdadeiro?, mas peca, redondamente, na coerência e nalguma verdade. Sr. Presidente José Eduardo dos Santos, lamento não ter realmente tocado no cerne da questão e naquele que é e continua sendo o verdadeiro herói nacional: O POVO ANGOLANO!!! Herói porque continua sofrendo a vários níveis... Herói não somente em relação ao passado mas também e, infelizmente, em relação ao presente!... Herói porque todos os dias acorda para uma burocracia medonha e sem tamanho, herói porque continua aturando e vivendo mergulhado num facilitismo intolerante... herói porque continua vivendo um absurdo multipartidarismo caduco e sem aplicação lógica; herói porque existe racismo e preconceito de todas as formas apadrinhado ou passivamente aceite pelo seu governo e partido; herói porque a ignorância e a falta de informação livre e lúcida não existe... herói porque o abuso do poder aumenta de dia para dia... Nosso povo angolano é herói porque a grande maioria vive ainda em bairros degradados e verdadeiramente precários, com ruas cravejadas de buracos, indignas, até, para um ?Rally Paris Dakar? (no deserto)...



O povo angolano é herói porque vive em casas que são autênticos bairros de lata, sem saneamento básico, sem água potável, sem luz; o povo angolano é Herói porque todos os dias tem que aturar a arrogância, o orgulho cego e incompetente dos desmandos incoerentes de certo bureau político governamental e partidário; o povo angolano é herói porque tem que ter força suficiente e grande espírito de sacrifício para engolir a máfia que se instalou em várias áreas do poder a todos os níveis e, infelizmente, também, em alguns membros das várias igrejas incluindo a católica!... Chamo-lhes: os novos ?Judas Escariotes?, os novos ?Sumos Sacerdotes?, os novos ?fariseus hipócritas? a quem Cristo chamou de ?raposas?, ?sepulcros caiados por fora e podres por dentro?, ?víboras?, sendo filho de Deus e sem papas na língua!... Simplesmente, porque amava a verdade dos factos. Mas afinal, onde está a verdadeira e imparcial Igreja de Jesus Cristo em Angola?! O povo angolano é herói porque todos os dias tem que lidar com a desorganização e lixo a céu aberto, sobretudo na cidade de Luanda!... Mas o que anda a fazer o ministro do ambiente?!? O povo angolano é herói porque todos os dias tem que saber lidar com os altíssimos e exorbitantes custos de vida, com o gravíssimo e galopante tráfico de droga e com todos os delinquentes e assassinos que esta cidade (Luanda) produz diariamente... Mas onde anda o Ministro da Defesa, do Interior e da Segurança social?!

Em relação à corrupção, que me interessa a mim e ao povo Angolano, mentalmente são, o que se passa acerca da corrupção na China, no Brasil, em Cuba, nos E.U.A. ou na Rússia... O que nos interessa é a nossa corrupção! A que existe neste país, Angola, porque essa é a nossa realidade. Essa desculpa, sem nenhum nível é, no mínimo, absurda e completamente fora do contexto atual de Angola... É irrisória e triste.

O Sr. Presidente da República (que é também meu Presidente actual) governa para servir o povo angolano de forma sincera, coerente, justa e livre. Ou não?! Por isso e para isso foi eleito!!!! Sr. Presidente da República de Angola, por favor, limpe positivamente Angola deste tumulto e desequilíbrio socio e económico... Fiscalize imparcialmente todo o bureau político e membros do seu partido!!!... Dê exemplo de mudança para melhor. Reconhecer o que se faz de positivo é bom... Reconhecer o erro é uma virtude nobre! Digna, apenas, das almas grandes e honestas. Pense nisso!... Só se muda para melhor quando se reconhece o erro. Reconhecer o erro faz parte da humildade... que só é sinónimo de inteligência!...
Sem outro assunto. Atenciosamente,

Luís Carlos Matos





PS: Eu acrescento: Senhor Presidente, não esconda os seus erros com desculpas do passado. É feio. Com tantos anos de independência ainda não somos capazes de tomar conta de nós? Quando é que crescemos? Faz-me lembrar aquele filho que não gosta de ir para a escola estudar e se desculpa acusando o pai de ser analfabeto. Somos independentes ou não somos? Somos capazes ou não somos? A desculpa que a culpa é do colono é gato escondido com rabo de fora. Significa que não é capaz e ainda por cima complexado.

A partir do dia 11 de Novembro de 1975 a responsabilidade é toda nossa. Não nos faltam recursos para fazermos de Angola uma nação justa onde todos possam viver bem e não apenas alguns. Afinal foi para isso que nos tornámos independentes.

MH