sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Diego el Cigala & Bebo Valdés - Lágrimas Negras (BOLERO)

OS PÁRIAS


OS CIGANOS - REFLEXÃO PARA O SEU FIM DE SEMANA
Violando todas as regras europeias, Sarkozy continua o repatriamento dos ciganos romenos e búlgaros. Em tempo de crise, há que encontrar alvos fáceis. E eles tanto podem ser ciganos, os imigrantes ou apenas os mais pobres dos mais pobres. É dos livros: atiçando o povo contra os desgraçados se salvam os poderosos.
Eternos perdedores, expulsos vezes sem conta dos seus próprios países, os "romas" tiveram direito ao mesmo tratamento dado aos judeus nos campos de concentração nazis. Mas nem a história recorda o seu meio milhão de mortos durante o Holocausto. Párias de sempre, foram sendo, como os judeus, bode expiatório de todos os males. Como todos os povos sem terra, foi sempre o isolamento que os salvou. Com algumas diferenças: ao contrário dos judeus não têm uma religião própria, ao contrário dos arménios e dos curdos não têm uma origem territorial clara e ao contrário dos beduínos o seu modo de vida desapareceu sem remédio. Nada, a não ser as suas leis arcaicas e os seus estranhos costumes, os protegem da assimilação que não lhes reservaria mais do que o fundo da pirâmede social. Mas eles são, desde a Idade Média, tão europeus como qualquer europeu.
Não fujo ao problema: conviver com os costumes ciganos não é fácil. Porque para conviver com a diferença não chega a boa vontade. E a coisa piora porque as suas regras são de um tempo que acabou. A esmagadora maioria dos ciganos já não é nómada. As actividades a que se dedicavam foram industrializadas e eles perderam o seu lugar nas nossas sociedades. Restam-lhe duas possibilidades: ou se integram e desaparecem enquanto comunidade ou resistem numa tensão permanente com tudo o que os rodeia. Não é uma escolha fácil.
Do nosso lado, a alternativa ao ódio não deve ser negar a dificuldade. Depois de tantos séculos, talvez seja a altura de perceber que, mesmo que a integração se vá fazendo, ela não deixará de ser dolorosa. A resposta europeia aos que preferem escarafunchar na ferida para ganhar vantagem política é ir resolvendo conflitos. e isso demora tempo. Séculos. eternidade. Porque, já se sabe, o inferno são os outros. E os ciganos sempre foram os outros.
(Texto de Daniel Oliveira, pu8blicado no jornal "Expresso" de 28 de Agosto de 2010)
Nota: Os políticos sempre foram hábeis em atirar poeira para os olhos do povo. Poeira que oculte a realidade. Que esconda da opinião pública assustada com a pequena delinquência, os verdadeiros criminosos. É natural que os ciganos, incapazes de se integrarem, atirados para o seu gueto, apenas encontrem na marginalidade forma de sobreviverem. Claro que isso não os desculpa. Mas, caro leitor,depois de limpar o argueiro que lhe atiraram para os olhos, veja um pouco mais além. Criminosos, os ciganos?
Quem provocou o terrível terramoto social, económico, à escala global, porque passam as nossas sociedades? Os Bancos!
Quem desempregou milhões de trabalhadores e a miséria que se lhe seguiu?
Quem destrói o meio ambiente, com as doenças que lhe estão inerentes, em nome do lucro máximo?
Quem chacina povos inteiros em nome do petróleo e outras matérias-primas?
Quem?
Não foram certamente os ciganos!
E, convenhamos, os crimes cometidos para o enriquecimento das elites são bem mais penalizadores do nosso bem estar do que aqueles que os ciganos possam cometer.
Não são os ciganos que fecham hospitais, escolas, pagam baixos salários, exploram mão-de-obra escrava em Àfrica, na Asia, na América Latina, desempregam, matam.
Os verdadeiros delinquentes são os políticos e a sua relação promíscua com interesses económicos inconfessáveis. São os políticos que na sua sede de poder não hesitam em aliar-se a quem os sustente, a quem lhes pague as armas e as polícias (Guebuza, o presidente de Moçambique, senta-se à mesa com um dos maiores traficantes de droga, procurado por Obama. Angola dá imunidade diplomática a um dos maiores traficantes de armas. Em Portugal, em Espanha, no Brasil, em França, em Inglaterra, no Japão, na China, na Coreia do Norte e do Sul, na Rússia, são constantes os escândalos económicos, envolvendo os homens do poder e a elite económica).
Esses são os verdadeiros malfeitores, os responsávies pela miséria, pela morte, pela doença dos povos e é contra eles que devemos canalizar a nossa raiva.
Sarkozy, esquecido que é um descendente de emigrantes, depois de se ver envolvido em acusações de tráfico de influências, decide, tomando o povo francês por parvo, acusar os ciganos de todos os males de França. E o que é triste é que o povo acredita. Sarkozy sobe nas sondagens à opinião pública.
(AOC)

Hadouk trio live au Triton

Aldo Lima - Tourada

Lisboa debaixo de terra o Reservatorio da Patriarcal

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Fernando Pessoa por Joao Villaret - Liberdade

Hadouk Trio "Baldamore"

COMO POUPAR ENERGIA



SABIA QUE O MODO STANDBY PODE REPRESENTAR 70 A 80% DA ENERGIA TOTAL GASTA POR UM ELECTRODOMÉSTICO?
AGORA IMAGINE O DESPERDÍCIO QUE É, EM RECURSOS E DINHEIRO QUE NÃO TEMOS, OS MILHÕES DE EQUIPAMENTOS ELÉCTRICOS ESQUECIDOS EM "DESCANSO"POR ESSE MUNDO FORA.
NÃO SEJA ARROGANTE (SÓ PORQUE É RICO), DISTRAÍDO OU IGNORANTE. EMPOBRECER ALEGREMENTE É ESTUPIDEZ!
DESLIGUE A FICHA E ADORMEÇA COM O ESPÍRITO DE ESCUTEIRO.

DEUS EXISTE OU JÁ SE SUICIDOU DE DESGOSTO?


A VIOLÊNCIA APÓS O DILÚVIO
Dois dias de intolerância religiosa - nos últimos momentos do mês sagrado do Ramadão - mataram cerca de 80 pessoas no Paquistão. Em Quetta e em Lahore, procissões xiitas foram alvo de múltiplos atentados à bomba com motivações sectárias. Os xiitas são minoritários entre os 160 milhões de habitantes, maioritariamente sunitas. Os talibãs paquistaneses (sunitas) reivindicaram o triplo atentado em Lahore. A vaga terrorista acontece numa altura em que o país está a braços com uma crise humanitária sem precedentes decorrente de BÍBLICAS inundações.
E TUDO FEITO EM NOME DA VERDADE DE DEUS.

A LOUCURA COMO CONDIÇÃO PARA UM BOM "TACHO"


O JUÍZ DESEMBARGADOR
Em 1 de Abril de 2002, o juíz José Manuel Branquinho Lobo foi dado como incapaz para o desempenho das suas funções por doença do foro psiquiátrico. Em Setembro de 2002 recebeu o nº de pensionista 438.881, auferindo uma reforma, de acordo com a lei, de 5.320,00 euros. No entanto, e aqui está o caricato de todo este processo promíscuo, o Dr. José Manuel Branquinho Lobo, dado como incapaz pela medicina, foi nomeado, em 30 de Junho de 2004, pelo então primeiro ministro Santana Lopes, Director da Polícia de Segurança Pública. Acumula agora, à sua pensão de doente psiquiátrico, o ordenado de Director da polícia.
Alguém mentiu aos portugueses! O juíz, a junta médica (que jurou éticas inabaláveis), o primeiro ministro ou todos juntos?
Definitivamente, o poder em Portugal perdeu toda a vergonha. Como é que um "doido" é nomeado para um cargo público de tão grande responsabilidade?
Riam-se, riam-se ou chorem pela figura de parvo que fazemos.
Sinceramente, digam-me o que é que que este país está a precisar? Uma varredela de alto a baixo? Começo a ficar farto!
Não tenham medo e comentem esta notícia!
(AOC)

RENOVAÇÃO DAS CARTAS DE CONDUÇÃO

Acesso à carta de condução de automóveis

Este "site" permite ver qual a situação das nossas cartas de condução, multas e avisos. Permite também pedir a renovação.

Para consultar a vossa carta de condução, notificações, e ver a vossa fotografia, acedam a:

https://servicos.imtt.pt/condutores/Home/Personal/Login/tabid/57/Default.aspx

O login é efectuado com o NIF e a senha das Finanças.

Como precisava de Renovar a Carta de Condução, resolvi testá-la.

Assim,

- no dia 24Jun, via internet, solicitei a Renovação. Para o efeito só tive que indicar a data do Atestado Médico.

De imediato recebi um mail com as Referência para efectuar o pagamento de 10,80€, o que só poderia fazer passadas 24 horas.

- no dia 25, via Internet, efectuei o pagamento, após o que recebi novo mail, confirmando a recepção do pagamento e solicitando-me para enviar o Atestado Médico acompanhado do Ofício disponível na página "Consulta do Pedido"

- no dia 29Jun enviei o atestado (não foi preciso enviar fotografias) e no dia 10Jul fui levantar a Carta Renovada aos Correios...

Resumindo e concluindo:

Quando renovava através do ACP pagava entre 24/25€ e tinha que entregar 2 fotografias, para além do Atestado.

Pela Internet, paguei 10,80€ pois fizeram-me um desconto de 10% sobre o seu custo, que seria de 12€ e não foi preciso enviar fotografias.

Tenho ou não razão para difundir esta informação?

Lisboa debaixo de terra O Teatro Romano

A CANDIDATA À PRESIDÊNCIA DO BRASIL

video

O INTERESSE NACIONAL QUE NÃO PAGA IMPOSTOS


O que é revoltante é que a "golden share" tenha sido usada, em nome de dez milhões de portugueses tributados em benefício de meia dúzia de isentos

O interesse nacional que não paga impostos

Jornal de Negócios, 11 Agosto2010 11:42
Pedro Santos Guerreiro - psg@negocios.pt

Pedro Santos Guerreiro
ARTIGOS DESTE AUTOR

OpiniãoO interesse nacional que não paga impostos

OpiniãoLula gigante

OpiniãoOs Bancos de Portugal
VER MAIS 7,5 mil milhões de euros, o maior negócio de sempre, um lucro fabuloso. Impostos? Zero. Zero! Zero...
Deve ser do hábito: ninguém se revolta. E usaram a "golden share" para isto.

Não é de hoje. Há um ano, quando a PT vendeu a operação em Marrocos, o lucro de 200 milhões foi limpinho de impostos. A lei assim o prevê, a portuguesa e a comunitária, para incentivar o investimento e a competitividade fiscal. Quando essa lei não o prevê, outra servirá: a Sonae lançou a OPA à PT a partir de uma "holding" holandesa para não pagar imposto; Amorim fez o mesmo ao entrar na Galp. São as famosas BV, legalíssimas e frequentíssimas.

Se uma lei portuguesa ou holandesa não se aplica, muda-se com um decreto-lei. Sempre por interesse nacional. Assim foi na Petrocontrol, que encaixou uma mais-valia na venda da Galp sem entregar um cêntimo ao Fisco. Os beneficiados? Sim, são também sempre os mesmos. Petrocontrol era o BES, Patrick Monteiro de Barros, Totta, Mello, Amorim, Fundação Oriente...

Tudo isto é legal. Na venda da Vivo, a PT pagaria centenas de milhões de imposto mas como o negócio é feito pelas incontornáveis BV, não pagará impostos, como revelou o "Diário Económico" há uma semana, sem que se ouvisse uma voz de protesto ou um deputado que se insurgisse* - nem os que não são fiscalistas.

Os Estados põem, as empresas dispõem. Durante anos, a Sonae desafiou o Estado - que venceu, num célebre processo contra os emolumentos notariais. Belmiro de Azevedo dizia, com crueza, que as empresas têm de pagar todos os impostos que lhes são devidos mas nem um cêntimo do que um advogado descubra ser dispensável, por habilidade ou lacuna da lei.

O que é revoltante é que a "golden share" tenha sido usada, em nome de dez milhões de portugueses tributados em benefício de meia dúzia de isentos, na mais-valia e nos dividendos.

Aqui foi escrito vezes sem conta o embuste do alegado interesse nacional da "golden share". Nem só por ideologia, mas por ser um instrumento público usado em privilégio privado, os accionistas da PT. Não quisemos acreditar que o primeiro-ministro, que moveu montanhas por um negócio no Brasil, não levantasse um grão de areia pelos contribuintes portugueses. Mas o tempo passa, e areia só para os olhos.

Interesse nacional? Nos últimos anos, o IVA subiu de 17% até 21%. O IRS tem um novo escalão e uma sobretaxa "temporária" (pois...), estando anunciada a limitação das deduções fiscais na saúde e educação, o que terá um impacto brutal em quem tem filhos. Interesse nacional? O IRC das empresas (sem BV...) sobe, há mais impostos especiais, mais taxas liberatórias sobre a poupança e mais-valias bolsistas. Interesse nacional? O código contributivo vai aumentar a carga para a Segurança Social, incluindo nos recibos verdes. Os funcionários públicos pagam mais na ADSE, há cortes sociais: nos subsídios de desemprego, nos abonos, nas pensões de reforma. Interesse nacional?!

As empresas precisam de quadros fiscais atractivos para o investimento. Negócios como os da Vivo são bem-vindos. Mas ouvi-los cantar o hino nacional é a "golden" humilhação para quem paga impostos. Ver, agora, accionistas da PT a semearem discórdia entre si para receberem mais dividendos revela falta de pudor. "Levantai hoje de novo o esplendor de Portugal!" Levantai, então não levantai...

psg@negocios.pt

FINALISTA NO FESTIVAL DE CINEMA DE CANNES

video

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

SAKINEH ASHTIANI - MORE HELP NEEDED‏


SAKINEH ASHTIANI - MORE HELP NEEDED‏
Dear Friends,

Almost three hundred thousand people from around the world have now signed the FreeSakineh.org petition. Your efforts contributed to a decision by Iranian officials to review Sakineh’s case and put the stoning sentence on hold. You made a difference.

Unfortunately events of the past few days -- Sakineh’s horrendous mock execution, the elimination of all visits by her family and lawyer, the recent punishment of 99 lashes for a totally trumped up offense, and today’s announcement out of Iran that Sakineh may well be executed at the end of Ramadan ( September 9th) -- make clear there is considerable urgency to renew our efforts on her behalf.

Now is the time to implore the most senior clerics in Iran, versed and learned as they are in Sharia law and practice, to intervene on Sakineh’s behalf and speak out against the serious miscarriages of justice in her case. The letter which appears in the link here, addressed to the religious leaders, does exactly this. CLICK here and make your voice heard. Please, do it today!

http://freesakineh.org/letter

Thank you.

Hadouk Trio Hi Jazz Hijaz

MANIFESTAÇÕES DE FORTUNA


"Manifestações de Fortuna" é uma avaliação indirecta de determinação do valor dos rendimentos, prevista na Lei Geral Tributária.
Ou seja, a determinação do imposto é afectuado a partir de indícios, presunções ou outros elementos de que a Administração Fiscal disponha.
As "Manifestações de Fortuna", e como infere o Artº 89-A da Lei Geral Tributária, permite à Administração Fiscal proceder à avaliação indirecta da matéria colectável, quando a declaração de rendimentos mostre uma desproporção superior a 50%, para menos, em relação ao rendimento padrão, cabendo então ao contribuinte a prova de que correspondem à realidade os rendimentos declarados e de que é outra a fonte dos rendimentos evendiciados. Sendo que, este tipo de avaliação indirecta permite o acesso às informações bancárias dos contribuintes sem o consentimento destes.
Por isso, para muitos, as "Manifestações de Fortuna" é uma devassa da vida privada, inconstitucional e põe em causa os direitos fundamentais dos contribuintes. Certamente quem tem este tipo de opinião, e que invocam direitos como arma de arremesso para criticar tudo o que sejam medidas de combate à Fraude e Evasão Fiscal, esquecem-se da outra parte...os deveres. Neste caso, o dever de pagar impostos.
É inadmissível que grande parte de administradores e gerentes, declarem ordenados bem inferiores aos dos seus empregados, e em que os sinais exteriores de riqueza são bem evidentes.
(Extratos de um texto publicado no jornal "Sem Mais", de 28 de Agosto de 2010,da autoria de Paulo Janela).

CANCRO - SERÁ VERDADE OU CONVERSA DE CHARLATÃO?


DE QUALQUER MODO NÃO CUSTA NADA DIVULGAR A NOTÍCIA, DESCRENTES QUE ANDAMOS COM A PROMISCUIDADE DAQUELES QUE NOS GOVERNAM...

Cura do Cancro?
Um médico italiano descobriu algo simples que considera a causa do Cancro. Inicialmente banido da comunidade médica italiana, foi aplaudido de pé na Associação Americana contra o Cancro quando apresentou a sua terapia. O médico observou que todos os doentes com Cancro têm aftas. Isso já era do conhecimento da comunidade médica, mas sempre foi tratada como uma infecção oportunista por fungos - Candida albicans. Esse médico achou muito estranho que todos os tipo de Cancro tivessem essa característica, ou seja, vários são os tipos de tumores mas todos têm em comum o aparecimento das famosas aftas no doente.

Então, pode estar ocorrendo o contrário - pensou ele.

A causa do Cancro pode ser o fungo. E, para tratar esse fungo, usa-se o medicamento mais simples que a humanidade conhece: bicarbonato de sódio. Assim ele começou a tratar os seus pacientes com bicarbonato de sódio, não apenas ingerível, mas metodicamente controlado sobre os tumores. Resultados surpreendentes começaram a acontecer. Tumores de pulmão, próstata e intestinos desapareciam como num passe de mágica, junto com as Aftas!

Desta forma, muitos pacientes de Cancro foram curados e hoje comprovam com os seus exames os resultados altamente positivos do tratamento. Para quem se interessar mais pelo assunto, siga o link (em inglês): não deixem de ver o vídeo, no link abaixo. O médico fala em italiano, mas tem legendas em português.-----> http://www/.curenaturalicancro.com/

Lá estão os métodos utilizados para aplicação do bicarbonato de sódio sobre os tumores. Quaisquer tumores podem ser curados com este tratamento simples e barato. Parece brincadeira, não é? Mas foi notícia nos EUA e nunca chegou cá (para variar). Bem que o livro de Homeopatia recomenda tratar tumores com Bórax, que é o remédio Homeopático para as aftas. Afinal, uma boa notícia no meio de tantas más.

De novo, a pergunta que não quer calar: por que é que a grande imprensa não dá a menor cobertura a isto? Nem na TV, nem nas rádios, nem nos jornais de grande tiragem... Absolutamente nada. Quem os proíbe de noticiar? O médico teve que construir o seu próprio site para poder divulgar o seu trabalho de curar o Cancro (ou, pelo menos, várias das suas formas), usando apenas uma solução de bicarbonato de sódio a 20%. Imaginem! Bicarbonato de sódio, uma coisa que nós encontramos em qualquer farmácia ou drogaria de esquina.

Neste link está o vídeo, aonde o médico italiano mostra a evolução do tratamento de 4 casos até á sua completa cura: http://www.cancer-fungus.com/sub-v1pt/sub-pt.html

Se quiser ver em português, vá a este site e basta clicar nas bandeirinhas no alto da página e muda para o idioma pretendido: http://www.cancerfungus.com/simoncini-cancro-fungo.php#

Certamente que os Laboratórios não estão interessados em que esta noticia se espalhe, afinal de contas lá se vão os grandes lucros nos medicamentos que eles fabricam para uma doença tão grave que pode ser curada simplesmente com bicarbonato de sódio a 20% que custa uns simples cêntimos.

LISBOA DEBAIXO DA TERRA-BAIRRO ESTRELA D`OURO

http://www.youtube.com/watch?v=vbOW0meYjv4&feature=related

A BURLA DE JORGE VIEGAS VASCONCELOS


ISTO AINDA VAI ACABAR POR PROVOCAR UMA REVOLUÇÃO E O PIOR É QUE EM VEZ DE SER UM 25 DE ABRIL SÓ PODE VIR A SER UMA OUTRA COISA QUALQUER...

Mais uma golpada - Jorge Viegas Vasconcelos despediu-se da ERSE
É uma golpada com muita classe, e os golpeados somos nós....
Era uma vez um senhor chamado Jorge Viegas Vasconcelos, que era presidente de uma coisa chamada ERSE, ou seja, Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, organismo que praticamente ninguém conhece e, dos que conhecem, poucos devem saber para o que serve.
Mas o que sabemos é que o senhor Vasconcelos pediu a demissão do seu cargo porque, segundo consta, queria que os aumentos da electricidade ainda fossem maiores. Ora, quando alguém se demite do seu emprego, fá-lo por sua conta e risco, não lhe sendo devidos, pela entidade empregadora, quaisquer reparos, subsídios ou outros quaisquer benefícios.
Porém, com o senhor Vasconcelos não foi assim. Na verdade, ele vai para casa com 12 mil euros por mês - ou seja, 2.400 contos - durante o máximo de dois anos, até encontrar um novo emprego.
Aqui, quem me ouve ou lê pergunta, ligeiramente confuso ou perplexo: «Mas você não disse que o senhor Vasconcelos se despediu?».
E eu respondo: «Pois disse. Ele demitiu-se, isto é, despediu-se por vontade própria!».
E você volta a questionar-me: «Então, porque fica o homem a receber os tais 2.400contos por mês, durante dois anos? Qual é, neste país, o trabalhador que se despede e fica a receber seja o que for?».
Se fizermos esta pergunta ao ministério da Economia, ele responderá, como já respondeu, que «o regime aplicado aos membros do conselho de administração da ERSE foi aprovado pela própria ERSE». E que, «de acordo com artigo 28 dos Estatutos da ERSE, os membros do conselho de administração estão sujeitos ao estatuto do gestor público em tudo o que não resultar desses estatutos».
Ou seja: sempre que os estatutos da ERSE forem mais vantajosos para os seus gestores, o estatuto de gestor público não se aplica.
Dizendo ainda melhor: o senhor Vasconcelos (que era presidente da ERSE desde a sua fundação) e os seus amigos do conselho de administração, apesar de terem o estatuto de gestores públicos, criaram um esquema ainda mais vantajoso para si próprios, como seja, por exemplo, ficarem com um ordenado milionário quando resolverem demitir-se dos seus cargos. Com a benção avalizadora, é claro, dos nossos excelsos governantes.
Trata-se, obviamente, de um escândalo, de uma imoralidade sem limites, de uma afronta a milhões de portugueses que sobrevivem com ordenados baixíssimos e subsídios de desemprego miseráveis. Trata-se, em suma, de um desenfreado, e abusivo desavergonhado abocanhar do erário público. Mas, voltemos à nossa história.
O senhor Vasconcelos recebia 18 mil euros mensais, mais subsídio de férias, subsídio de Natal e ajudas de custo. 18 mil euros seriam mais de 3.600 contos, ou seja, mais de 120 contos por dia, sem incluir os subsídios de férias e Natal e ajudas de custo.
Aqui, uma pergunta se impõe: Afinal, o que é - e para que serve - a ERSE? A missão da ERSE consiste em fazer cumprir as disposições legislativas para o sector energético.
E pergunta você, que não é burro: «Mas para fazer cumprir a lei não bastam os governos, os tribunais, a polícia, etc.?». Parece que não.
A coisa funciona assim: após receber uma reclamação, a ERSE intervém através da mediação e da tentativa de conciliação das partes envolvidas. Antes, o consumidor tem de reclamar junto do prestador de serviço.
Ou seja, a ERSE não serve para nada. Ou serve apenas para gastar somas astronómicas com os seus administradores. Aliás, antes da questão dos aumentos da electricidade, quem é que sabia que existia uma coisa chamada ERSE? Até quando o povo português, cumprindo o seu papel de pachorrento bovino, aguentará tão pesada canga? E tão descarado gozo? Politicas à parte estou em crer que perante esta e outras, só falta mesmo manifestarmos a nossa total indignação.
Nota: Prendem-se os pequenos delinquentes, apanhados a roubar uns pacotes de cigarros e estes burlões ainda são condecorados no dia 10 de Junho. Perseguem-se as pequenas burlas do rendimento mínimo e ignoram-se estes assaltos ao erário público. Tudo legal, tudo escudado nas leis da República.Um dia destes temos que convocar uma manifestação por telemóvel, tal como sucedeu em Moçambique! Depois não digam que não avisamos!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

HUMOR EM TEMPO DE CRISE


HOSPITAL PSIQUIÁTRICO - O teste da banheira.

Durante a visita a um hospital psiquiátrico, um dos visitantes perguntou ao director:

- Qual é o critério pelo qual vocês decidem quem precisa ser hospitalizado aqui?

O director respondeu:

- Nós enchemos uma banheira com água e oferecemos ao doente uma colher, um copo e um balde e pedimos que a esvazie. De acordo com a forma que ele decida realizar a missão, nós decidimos se o hospitalizamos ou não.

- Ah! Entendi. - disse o visitante. Uma pessoa normal usaria o balde, que é maior que o copo e a colher.

- Não! - respondeu o director. Uma pessoa normal tiraria a tampa do ralo. O que o senhor prefere? Quarto particular ou enfermaria?
…………………………………………………………………………………………………………………………………………………
Dedicado a todos que escolheram o balde.
A vida tem muito mais opções.

Agora diz a verdade... também escolheste o balde, não? rsrsr!

Portugal tem de ser qualquer coisa de asseado

11 - Não me Peças Sorrisos

FRAUDES E FUGA AOS IMPOSTOS


O fisco não é capaz de tributar os carros e os barcos de luxo e 129 mil processos de execução fiscal prescreveram por "inércia dos serviços", segundo revelou o "Público". De acordo com o "DN", as burlas com medicamentos passam de 10 milhões. Anda por aí muito dinheiro sem controlo.
Nota: Incapacidade de tributar sinais exteriores de riqueza, inércia dos serviços? Onde está a cabeça dos responsáveis? ONDE ESTÁ A AUTORIDADE DO GOVERNO? Ou o Governo só tem coragem de bater nos mais pequenos! Que Moçambique sirva de exemplo! Um dia destes estamos todos na rua a incendiar lojas e a queimar pneus, depois chamem-nos de bandidos.

FUTEBOL,CARLOS QUEIROZ E A SELECÇÃO NACIONAL


Os vários casos Queiroz (recebeu uma brigada antidoping com impropérios, envolveu-se à pancada com um comentador desportivo em pleno aeroporto de Lisboa, insultou publicamente um jornalista do "Sol") e os processos a que a cena da Covilhã deu origem, puseram a nu um seleccionador vulnerável, além de uma Justiça desportiva que julga conforme as conveniências de quem tem mais força na Federação e que imita o que tem de pior a Justiça portuguesa nos processos ditos mediáticos. Puseram igualmente em evidência a irresistível tentação do Governo de interferir nessa mesma Justiça, de forma directa ou enviesada. Neste ponto tem Carlos Queiroz toda a razão. Mas isso, infelizmente, já não lhe chega para continuar a ser, como pretende, um seleccionador nacional com todas as condições para o desempenho do cargo. Serve apenas para tornar claro que, além dele, há mais gente no meio que diz e faz o que não deve - desde os órgãos dirigentes da Federação de Futebol ao secretário de Estado do Desporto. E que uma varredela geral seria a melhor forma de resolver o assunto a favor da imagem e do trabalho da selecção nacional, agora em "piloto automático". Só que essa varredela, bem o sabemos, jamais ocorrerá. Não está na natureza de quem manda ou governa Portugal resolver os problemas de raiz, seja qual for a instituição em crise.
(Extracto de um texto de Fernando Madrinha publicado no Expresso de 4 de Setembro de 2010)
Nota: De facto, os atletas da selecção nacional e os seus adeptos não precisavam de todo este espectáculo para despedir Carlos Queiroz. Todos ficámos descontentes com a prestação da selecção no Mundial da África do Sul e culpámos Queiroz pela sua falta de ambição e liderança. Mas, falta de liderança parece ser, também, aquilo que falta aos órgãos de direcção do desporto nacional. Sobeja-lhes contudo maquiavelismo provinciano. Se o homem não serve como general para esta guerra, procure-se outro mais credenciado. Não se usem métodos tortuosos, mesquinhos, para o mandar embora. Com esta falta de frontalidade, de dignidade, não iremos longe. A cobardia prejudica, acima de tudo, o país, embora garanta o lugar daqueles que se movem na sombra. A equipa de todos nós sairá, estou em crer, embora não o deseje, de mansinho pela porta dos fundos. Espero que, depois do desaire, se procurem os culpados.

BOAS NOTÍCIAS - MEDICINA


NOVA FORMA DE TRATAR

SIDA

Investigadores israelitas destruíram em laboratório
células infectadas peloo virús da sida sem afectar células sãs.

Os investigadores da Universidade
hebraica de Jerusalém terão desenvolvido um tratamento à base de péptidos, um composto químico formado pela união de aminoácidos.

http://www.youtube.com/watch?v=fr2Et9XIvkI&feature=related

AINDA A EXPOSIÇÃO DE EDUARDO CARQUEIJEIRO

Amigos,

A a belíssima exposição do nosso amigo Eduardo já está no nosso blog. Divulguem.

Abraços


http://synapsis-synapsis.blogspot.com/

EXPOSIÇÃO DE EDUARDO CARQUEIJEIRO NO MAEDS


Caros amigos

Para quem não pôde estar presente (mas tb para os que puderam) aqui vai um pequeno cheirinho da inauguração da minha expo na passada 6 f. e que até foi bem participada ...

Segue ainda um link:
http://bestartis.pt/detalhe.aspx?ido=4064

e ainda do Museu:
http://maedseventosactividades.blogspot.com/

e já agora para quem não foi... vá lá...deem um pulinho até ao Museu de Arqueologia de Setubal - vai la´estar até Novembro...(já não vão poder ver claro...a minha t-shirt do Mondrian...)

Abraços
Eduardo