sexta-feira, 25 de março de 2011

EÇA DE QUEIROZ E OS MINISTROS


Miguel Portas - O farsolas e o pote - 2011/03/25

PEDRO PASSOS COELHO E O AUMENTO DO IVA


Pedro Passos Coelho mostrou ontem que está disposto a render-se a um aumento do IVA para evitar novos cortes salariais ou nas pensões, caso venha a ser primeiro-ministro.

Paulo Portas diz que um novo aumento de impostos "é aumentar a recessão".

Os "cortes" previstos no pacote de austeridade que ditou a demissão de Sócrates incidia sobre as reformas acima dos 1500 euros.

O PSD deixará as pensões incólumes e estará disposto a aumentar o escalão máximo do IVA dos 23% até aos 25%.

Paulo Portas, o líder centrista atirou ainda uma farpa a Passos:"Se as pessoas querem uma mudança em Portugal, não é para que tudo fique na mesma".

Augusto Santos Silva (PS) acusou:"A agenda do PSD começa a desvelar-se através de um anúncio de aumento de impostos. É isto que esperava aos portugueses se confiassem no PSD".

Francisco Assis (líder da bancada PS), acrescentava:"São medidas avulsas, revelam que o PSD não está preparado para governar. Revelam um grande amadorismo na forma como o PSD encara as questões da governação do país e, por isso, é que ontem não trouxeram uma única ideia."

Pedro Silva Pereira (ministro PS) disse que tinha recebido a notícia com "espanto". "O PSD sempre defendeu que a consolidação fosse feita pelo lado da despesa e recusou sempre o aumento de impostos", explicou.

João Semedo do Bloco de Esquerda diz que:"No seu livro MUDAR, lançado no ano passado, Pedro Passos Coelho defendeu exactamento o contrário do que agora admite: mexer nos impostos sobre o rendimento mas deixar o IVA intacto. "O PEC V de Pedro Passos Coelho será inevitavelmente o aumento de impostos sobre o consumo. Não se trata de aumentar o imposto sobre os rendimentos, sobre as grandes fortunas, sobre as grandes empresas, sobre as mais-valias da Bolsa e sobre a própria banca."

(Excertos de um artigo publicado no DN de 25 de Março da autoria de Paula Sá)

ELEIÇÕES EM PORTUGAL - COMENTÁRIOS INESPERADOS DE MARCELO REBELO DE SOUSA


Não há saída senão eleições. Em síntese, dec manhã até ao meio dia da tarde, é isto que o Presidente da República vai ouvir dos vários partidos com assento parlamentar que chamou ao Palácio de Belém.


Ontem, o líder do PSD defendeu isso mesmo em Bruxelas.


No PS, a tese é idêntica.


Nesse encontro, porém, prevê-se outra tensão política. É que nos últimos dias muitos socialistas cobraram a Cavaco Silva o facto de não ter pressionado a oposição a aprovar o PEC.


Se o caminho daqui para frente é certo, o que ficou para trás começa, agora, a merecer comentários mais inesperados. Como o do ex-líder social-democrata e conselheiro de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, que defendeu ontem que o PSD deveria ter aceitasdo negociar o PEC4 com o Governo, antes de forçar a sua demissão. "Tive muita pena que Passos Coelho não tivesse até ao último minuto feito uma proposta ao primeiro-ministro no sentido de viabilizar o PEC. Depois de aprovado o PEC, aí sim, estaríamos em condições de avançar para eleições",afirmou - na linha do que, um dia antes, tinha sido dito por Paulo Portas.
(Excertos de um texto de David Dinis publicado no Diário de Notícias de 25 de Março de 2011)

O HOLOCAUSTO


É uma questão de História lembrar que quando o Supremo Comandante das Forças Aliadas

(Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, etc.),

General Dwight D. Eisenhower encontrou as vítimas dos campos de concentração, ordenou que fosse feito o maior número possível de fotos e fez com que os alemães das cidades vizinhas fossem guiados até aqueles campos e até mesmo enterrassem os mortos.

E o motivo, ele assim explanou:

'Que se tenha o máximo de documentação - façam filmes - gravem testemunhos - porque, em algum momento ao longo da história, algum idiota se vai erguer e dirá que isto nunca aconteceu'.

'Tudo o que é necessário para o triunfo do mal, é que os homens de bem nada façam'. (Edmund Burke)


Relembrando:

Há poucos dias, o Reino Unido removeu o Holocausto dos seus currículos escolares porque 'ofendia' a população muçulmana, que afirma que o Holocausto nunca aconteceu...

Este é um presságio assustador sobre o medo que está a atingir o mundo e o quão facilmente cada país, se está a deixar levar.

Estamos a mais de 60 anos do término da Segunda Guerra Mundial.

Este email está a ser enviado como um alerta, em memória dos 6 milhões de judeus, 20 milhões de russos, 10 milhões de cristão, 1900 padres católicos e muitas Testemunhas de Jeová, resumindo;

(SERES HUMANOS)

que foram assassinados, massacrados, violentados, queimados, mortos à fome e humilhados, enquanto Alemanha e Rússia olhavam em outras direcções.

Agora, mais do que nunca com o Irão, entre outros, sustentando que o 'Holocausto é um mito', torna-se imperativo fazer com que o mundo jamais esqueça.
A verdade nunca deve ser escondida e os inocentes jamais esquecidos!


HUMOR EM TEMPO DE CRISE - MARCELO REBELO DE SOUSA E O GAROTO


Voo de Lisboa para o Porto.‏


O famoso comentador da TV, Marcelo Rebelo de Sousa, seguia a bordo de um avião, de Lisboa para o Porto.

O lugar a seu lado estava ocupado por um garoto de uns 10 anos, natural de Amarante, de óculos, com ar sério e compenetrado.

Assim que o avião descolou, o garoto abriu um livro, mas Marcelo Rebelo de Sousa puxou conversa.

- Ouvi dizer que o voo parece mais curto se conversarmos com o passageiro do lado. Gostarias de conversar comigo?

O garoto fechou calmamente o livro e respondeu:

- Talvez seja interessante. Qual o tema que gostaria de discutir?

- Ah, que tal política? Achas que devemos reeleger Sócrates ou dar uma oportunidade ao Passos Coelho?

O garoto suspirou e replicou:

- Poderá ser um bom tema, mas, antes, gostaria de lhe colocar uma questão.

- Então manda! - encorajou o professor Marcelo.

- Os cavalos, as vacas e os cabritos comem a mesma coisa, certo? Pasto, ervas, rações. Concorda?

- Sim. - disse o professor.

- No entanto, os excrementos dos cabritos são umas bolinhas, as vacas largam placas de bosta e, os cavalos, umas bolas bem grandes... Qual é a razão para isto?

Marcelo Rebelo de Sousa pensou por alguns instantes, mas acabou por confessar que não sabia a resposta...

E o garoto concluiu:

- Então como é que o senhor se sente qualificado para discutir quem deve governar Portugal se não entende de "merda" nenhuma?...

JOÃO VILLARET



http://www.youtube.com/watch?v=4CDjUQjPpHA

João Villaret

João Villaret foi um grande actor e um inigualável declamador, que enchia salas de espectáculos declamando poesia e falando de poetas, sem nunca olhar para um papel.

Morreu no dia 21 de Janeiro, há 50 anos.

Alguém se lembrou de criar um site dedicado a ele, em

http://jvillaret.com.sapo.pt/

Entre os vários poemas declamados, conta-se o incontornável...

- Cântico negro

Consta que após a leitura deste poema, no Teatro de S. Luís, recebeu uma ovação ininterrupta de perto de 30 minutos, ainda hoje um recorde nacional...

Açores île de Faial, ville d'Horta.

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Cidade Velha de Santiago, Cabo Verd...

quinta-feira, 24 de março de 2011

Gato Fedorento - Paulo Portas

Episodio 5 - Ze Carlos - Entrevista a Manuela Ferreira Leite

Gato Fedorento - Debate entre José Socrates e Cavaco Silva

Gato Fedorento - Socrates no Parlamento

A ESQUIZOFRENIA DA CLASSE POLÍTICA EM PORTUGAL


Chegámos a um impasse. E chegámos aqui, porque Portugal tem uma esquizofrenia política de décadas, que impede a constituição de governos de coligação. Infantilizados, os partidos funcionam numa lógica clubística, em que prevalece a fidelidade ao cachecol e cada um se impõe com base em claques organizadas, onde nem sequer faltam os hooligans. Sócrates vê os adversários como inimigos de morte, que têm como prioridade abatê-lo. Os apaniguados veem no primeiro-ministro o garante dos seus lugares, dos seus empregos e dos seus salários. No PSD, tem-se apostado num "messias" que assegure a "vitória", ou seja, o assalto aos lugares que agora pertencem ao rival. Ora, sabemos como em 1977, e depois em 1983, o FMI impôs governos de maioria. No segundo caso, sabemos como impôs o independente Ernâni Lopes, liberto de lógicas partidárias ou do medo da impopularidade. Com um primeiro-ministro forte - Mário Soares - e um vice solidário, Mota Pinto, ambos de uma safra política em que não havia zurrapa. Onde está um Ernâni Lopes agora? Ou um "bom vinho político"?


De repente, o País acordou sem dinheiro, sem sonhos e sem liderança. A brincadeira acabou. E não se vislumbra quem possa convencer-nos a começar de novo.


(Extracto de um texto publicado na VISÃO de 24 de Março de 2011 da autoria de Filipe Luís)

Zeca Afonso- A formiga no carreiro

José Afonso - Os Vampiros (ao vivo no Coliseu)

José Mário Branco- Mudam-se os Tempos...

OS RESPONSÁVEIS PELA CRISE EM PORTUGAL

PORTUGAL NUM BECO SEM SAÍDA!

SERÃO OS PARTIDOS QUE PARIRAM ESTES EXEMPLARES, ALTERNATIVAS PARA O GOVERNO DE PORTUGAL?

QUANDO SERÁ QUE O POVO PORTUGUÊS APRENDE A MUDAR DE RUMO?









































ponta delgada-são miguel-açores-portugal

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Fortaleza de Quíloa, Tanzânia @ RTP...

CUIDADO COM A COBRA

video

FERNANDO PESSOA





Conferência e Exposições sobre Fernando Pessoa - 6 de Abril - Palácio da Independência‏

Divulgo esta iniciativa do CLEPUL.


Abraços
Osvaldo Picoito


Caros Membros do CLEPUL,




Temos muito gosto em divulgar a Conferência do Prof. Dionísio Vila Maior, com o título PESSOA E O SENTIDO DA (IM)PERFEIÇÃO, no dia 6 de Abril (4.ª feira) de 2011, às 18 horas, no instituto D. Antão de Almada do Palácio da Independência (ao Rossio) - Sociedade Histórica da Independência Nacional, em Lisboa.

No Espaço Fernando Pessoa deste Palácio decorrerão no período de 4 a 14 de Abril as exposições de pintura de Joaquim de Carvalho, com o tema Fernando Pessoa: génese dos heterónimos, e de Rouslam Botiev, com o título Aproximações a Fernando Pessoa.

Atenciosamente,

Luís Pinheiro.


CLEPUL (Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da
Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)
Alameda da Universidade - Cidade Universitária
1600-214 Lisboa - PORTUGAL
Telef. 21 792 00 44
http://www.clepul.eu/

quarta-feira, 23 de março de 2011

ALEX JONES - O COLAPSO ECONÓMICO PROGRAMADO






Alex Jones explica como os banqueiros e os globalistas controlam e implosão da economia mundial rumo a escravização global.

Muito interessante!!!!!


Colapso Economico, Fome e Miséria Programados e Iminentes.


TUDO EXPLICADINHO TINTIM POR TINTIM !

VEJAM ESTE VÍDEO PORQUE DIZ RESPEITO A TODOS NÓS.

O PANORAMA ECONÓMICO E FINANCEIRO DESCRITO POR ALEX JONES, É O RESULTADO DAS POLÍCAS CAPITALISTAS LBERAIS E CONSERVADORAS QUE QUE CRIARARM OS "CARTEIS" DOS BANCOS, DO PETRÓLEO E DOS NEGÓCOIOS ESCUROS ATRAVÉS DE OFFSHORES QUE CONDUZIRAM O MUNDO À CRISE, NA DESGRAÇA EM QU VIVEMOS!!!
PARA ELES A GANÂNCIA NÃO TEM LIMITES!!!
CONSCIENCIALIZE-MO-NOS TODOS DE QUE ESTE "SISTEMA" CAPITALISTA DO ROUBO LEGAL, TEM DE ACABAR!!!

O SISTEMA ECONÓMICO E FINANCEIRO QUE CONDUZIU A ESTA CRISE TEM DE
É URGENTE ACABAR COM OS "CARTEIS" DOS BANCOS, DO PETRÓLEO, DOS OFFSHORES!!!

Agora vejam o vídeo, porque vale a pena, e... meditemos.


http://www.youtube.com/watch?v=QiY8QB1fNAY&feature=player_embedded

terça-feira, 22 de março de 2011

OS POLÍTICOS PORTUGUESES ENLOUQUECERAM


Portugal vive presentemente o seu pior momento político. Os portugueses convivem, impotentes, com a loucura dos agentes políticos da democracia. Certamente arrependidos de lhes terem entregue o poder, a condução das suas vidas e do futuro.


Como num navio à beira de afundar-se, percebemos todos, nós os passageiros, que oficiais e marinheiros já não se entendem. Parte da tripulação está em pânico, outra parte, como se de piratas se tratasse, pensa no saque. Não sabem o que fazer. Uns gritam "Vira-se à esquerda", para logo de seguida outros dizerem "Não, é à direita". A anarquia é a imagem do convés. Impotentes, assistimos às discussões histéricas do comandante e dos imediatos pela posse da embarcação à deriva. Que, adivinha-se, a continuarem assim, será incapaz de resistir à tempestade que se aproxima. Ao longe avistam-se vagas alterosas.


Paira no ar uma desesperante sensação de fim de aventura. A consciência avisa-nos que o desastre será inevitável. Só um milagre.


Milagres? Já não se fazem!


Nem nos tempos conturbados da revolução de Abril se viveu tanta angústia. Na altura, apesar dos exageros, havia esperança. Acreditava-se no futuro, em mais trabalho, em melhores salários, em mais justiça, em mais saúde, em mais educação, em mais igualdade, em mais... Hoje, a precariedade tomou conta de nós. A austeridade acusa-nos de sermos perdulários, culpa-nos do descalabro a que o país chegou e exige-nos que devolvamos tudo aquilo que nos tinha transformado em seres dignos, àqueles que, seguramente, são os responsáveis pela fome e misérias do mundo: a Banca e a Alta Finança.


Mas se há responsáveis, estes são também o PS, PSD, CDS. Governam o país há demasiado tempo para se auto-excluirem da culpa. É no entanto aquilo que fazem. Sem vergonha, apoiados na nossa fraca memória.


Mário Soares meteu o socialismo na gaveta.


Cavaco Silva desbaratou os dinheiros que vinham de Bruxelas em investimentos improdutivos. O actual presidente da república, então primeiro-ministro, acabou com as pescas e com a agricultura ao pretender transformar Portugal num país de serviços. Além disso, é considerado o pai do monstro por todos os economistas isentos.


Portas, no último congresso do CDS, falou do défice com a arrogância dos mentirosos. Esqueceu-se de referir que a compra dos dois submarinos, enquanto ministro das tropas, muito contribuiu para esse mesmo défice.


Pedro Passos Coelho mente quando diz que é contra este PEC de Sócrates. Só a sua sede de poder o leva a induzir os portugueses a pensar que com ele será de novo o paraíso. Este país, como qualquer outro, está prisioneiro da Banca e da Alta Finança internacionais. Esta exigirá a Pedro Passos Coelho um outro PEC bem mais exigente, como resultado da instabilidade política em que o país se afundará com a queda do governo.


Chegados aqui é lícito perguntar pela solução.


Qual?


Um governo de salvação nacional que congregue todas as forças políticas, sem excepção, todos os parceiros sociais, sem excepção. Só assim evitaremos a crise e só assim daremos aos mercados internacionais, que diabolizamos mas de que precisamos, um sinal de unidade, um sinal de que passageiros e tripulação deitaram mãos à obra para evitar que a velha nau naufrague.


AOC

O MUNDO - IMAGENS MARAVILHOSAS DA BBC


CONCERTO PRIMAVERA EM SETÚBAL


Amigo(a)s,

O Coral Luísa Todi organiza no próximo sábado dia 26, às 21h30, o Concerto Primavera, que terá lugar no Inatel de Setúbal.
Anexo o cartaz de publicitação do referido concerto.

Não faltem e, já agora, divulguem pelos vossos contactos.

Beijinhos e abraços

Osvaldo Picoito

--
Coral Luisa Todi
Rua Carlos Ferreira, 15
2900 - 025 Setúbal

Telef/fax 265 57 21 90
coralluisatodi@gmail.com - www.coralluisatodi.org

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Fortaleza de Damão, Índia @ RTP 2009

ERICEIRA - Vila Pitoresca

HUMOR EM TEMPO DE CRISE


Um dia frio de inverno, chega Joaquim no armazém do Manuel.

- Manuel, quero uma dessas bolsas de borracha que você coloca água quente e que serve para esquentar a cama e manter os pés quentinhos.

- Que azar, Joaquim; hoje de manhã vendí a última para Maria.

- E o que eu faço com esse frio do diabo que faz à noite?

- Fique tranquilo, eu posso lhe emprestar meu gato.

- Seu gato?

- Meu gato é gordinho, você pode colocar nos pés na hora de deitar, e você vai ver como ele vai te esquentar a noite toda.

Na próxima terça-feira chegam as bolsas, aí você vem pegar uma e me devolve o gato.

- Tudo bem. Obrigado.

Joaquim pega o gato e vai embora pra casa.

No dia seguinte, volta com a cara toda desfigurada, aranhada pelo gato.

- Manuel, vim devolver seu gato de merda! Olha como me deixou o filho da puta!

- Mas como! O que aconteceu? Ele é tão manso!

- Manso? Uma ova!
«O funil no cu, até que ele aguentou bem, mas quando comecei a jogar a água quente nele, aí virou uma fera! »

AUSTERIDADE, UMA IDEIA PERIGOSA



Austeridade



A austeridade é uma ideia perigosa
A receita da austeridade é-nos mostrada como inevitável e do senso comum. Este professor de Economia mostra-nos porque é que não é bem assim...

Vamos lá a aprender quaquer coisinha.


http://www.youtube.com/watch?v=E1Kzp5EVUWg&feature=player_embedded


HOMENS DA LUTA PELA RECANDIDATURA DE SÓCRATES



Homens da Luta na Moção de Recandidatura de José Sócrates.


IMPERDÍVEL!!!!

ESTES NÃO PERTENCEM AO SISTEMA, ENFRENTAM-NO, E NÃO ESTÃO CERTAMENTE À ESPERA QUE OS CONVIDEM PARA ALMOÇAR!!!!!


http://sorisomail.com/email/131639/homens-da-luta-na-mocao-de-recandidatura-de-jose-socrates.html

segunda-feira, 21 de março de 2011

HAARP vs JAPÃO


TERRAMOTOS PROVOCADOS? Vejam o vídeo!


Se isto é totalmente verdade, como os testemunhos fazem crer, então, acredito que o ser humano enlouqueceu de vez e, dentro de uma década, digo eu, terá havido consequências terríveis para o Mundo!
Não percam, vejam o filme até ao fim e divulguem-no, a ver se as pessoas sensatas conseguem travar esta loucura colectiva, apenas por intereses económicos e de poder absoluto.

http://www.youtube.com/watch?v=cW49x3lJgGY&playnext=1&list=PL63C9784A7E7ACCC4

http://www.espada.eti.br/dinastia.asp

O TRABALHO DOS BANCÁRIOS


Ser Bancário é ...


É ASSIM QUE SOMOS CONSIDERADOS


* Trabalhar em horários estranhos (como as putas)
* Pagarem-nos para fazer o cliente feliz (como as putas)
* O cliente às vezes até paga muito, mas o nosso patrão fica com
quase tudo (como as putas)
* O nosso trabalho vai sempre além do expediente (como as putas)
* Somos recompensados por realizar as ideias do cliente (como as putas)
* Os nossos amigos distanciam-se e só andamos com outros iguais a nós
(como as putas)
* Quando vamos ao encontro do cliente temos que estar sempre
apresentáveis (como as putas)
* Mas quando voltamos parecemos saídos do Inferno (como as putas)
* O cliente quer sempre pagar menos e que façamos maravilhas (como as putas)
* Quando nos perguntam em que é que trabalhamos, temos dificuldade em
explicar (como as putas)
* Se as coisas dão errado é sempre culpa nossa (como as putas)
* Todos os dias ao acordar dizemos "NÃO VOU PASSAR O RESTO DA VIDA A
FAZER ISTO" (como as putas)

Green Cork - as suas rolhas pela nossa floresta

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Basílica do Bom Jesus de Goa, Índia...

DE COJA ATÉ PIÓDÃO